O que é Planejamento Familiar?

O que é Planejamento Familiar?

Planejamento familiar é o direito que toda pessoa tem à informação, à assistência especializada e ao acesso aos recursos que permitam optar livre e conscientemente por ter ou não ter filhos.

Os beneficiários são encaminhados pelo médico para palestra de esclarecimento sobre todos os métodos   contraceptivos   e explicação   da Lei 9263/96 de Planejamento Familiar, do Ministério da Saúde. Após 20 dias da palestra, o casal passa por orientação psicológica e após aproximadamente 40 dias, por orientação do Serviço Social.

É importante esclarecer que, da palestra na qual o casal expressa a vontade da cirurgia de esterilidade definitiva, até o ato cirúrgico, deve- se completar um período de 60 dias, conforme determina a Lei. Este prazo é necessário para que o casal pense e faça a escolha correta.

Estão autorizados pela Lei a submeter-se ao processo de esterilização:

a) Homens e mulheres com capacidade civil plena e maiores de 25 (vinte e cinco) anos de idade ou, pelo menos com 2 (dois) filhos vivos, desde que observado o prazo mínimo de 60 (sessenta) dias entre a manifestação da vontade e o ato cirúrgico;

b) Os relativamente incapazes, desde que assistidos pelo seu curador legal;

c) Os absolutamente incapazes mediante autorização judicial, regulamentada na forma da lei;

d) Quando houver risco à vida ou à saúde da mulher ou do futuro concepto, testemunhado em relatório escrito e assinado por dois médicos.

As palestras ocorrem quinzenalmente, sempre às quartas-feiras, às 17 horas, na sede do Núcleo de Atenção à Saúde – NAS, localizada na rua Palmira Cervi Bárbaro, nº 91, Vila Hortolândia.

Para participar é necessário o encaminhamento do médico e agendamento da palestra pelo telefone (11)  2923-9000 ou presencialmente na sede do NAS, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h30.

 

Tipos de intervenções:

 

Laqueadura

É um método contraceptivo definitivo no qual as tubas uterinas são cortadas cirurgicamente, bloqueando a passagem do óvulo para o útero e do espermatozoide para as trompas. Não há alteração do Ciclo Menstrual.

Para as pacientes que foram submetidas à salpingectomia (retirada das trompas), a reversão é impossível.

 

Vantagens

• Método eficaz;

• Não apresenta efeitos colaterais a longo prazo;

• Benéfico quando a gravidez representa um risco à saúde.

 

Desvantagens:

• Não tem nenhum efeito protetor sobre as doenças sexualmente transmissíveis;

• É quase impossível a sua reversibilidade;

• Produz risco cirúrgico.

 

Vasectomia

Trata-se de uma pequena cirurgia feita no homem, que corta e amarra seus canais deferentes (canal pelo qual o espermatozoide passa). Dessa forma, os espermatozoides produzidos não são expelidos durante a ejaculação, evitando assim a gravidez. A cirurgia é simples e rápida, com anestesia local e sem a necessidade de internação. 

 

Vantagens:

• Este método não altera o desempenho sexual;

• Favorece a participação do homem na contracepção;

• A cirurgia é simples, com anestesia local e pode ser realizada em consultório não havendo necessidade de internação;

• Não há mais necessidade de uso de outros métodos contraceptivos.

 

Desvantagens:

• A cirurgia é de difícil reversão por isso deve ser uma escolha bem pensada;

• É necessário uso de outro método contra a gravidez nas próximas ejaculações após a cirurgia;

• Este método não protege contra as DST, inclusive a AIDS.