1ª Colecistectomia e CPRE-TG da região

1ª Colecistectomia e CPRE-TG da região

14 Novembro 2017

 

No dia 22 de setembro foi realizada no Hospital da Unimed Litoral a primeira colecistectomia associada e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE-TG) em paciente com cirurgia bariátrica prévia da região. O procedimento foi realizado pelos médicos Abel Rech, anestesista, Leonardo Fayad e Fangio Ferrari, endoscopistas, Carlos Couto e Éden Camargo, cirurgiões. Com duração de aproximadamente 2 horas, não foram registradas intercorrências e o paciente recebeu alto no dia seguinte.

 

 

Entenda o procedimento:

A rápida perda de peso relacionada a cirurgia bariátrica é fator de risco para colelitíase (cálculos na vesícula biliar) e suas complicações, como coledocolitíase (cálculos nos conductos biliares) e pancreatite biliar (inflamação do pâncreas). Sendo assim, a colecistectomia (retirada da vesícula biliar) e a CPRE são frequentemente indicadas neste grupo de pacientes.

Devido a importante alteração da anatomia gastrointestinal após a cirurgia bariátrica, o acesso à via biliar é um desafio para o endoscopista. Este acesso é obtido por duas maneiras: via enteroscopia ou via estômago excluso (CPRE transgástrica – CPRE-TG).

A CPRE-TG é uma técnica através do estômago excluso e consiste na introdução do duodenoscópio (aparelho destinado à visualização do interior do duodeno) através de uma gastrostomia no estômago excluso. O método tem se mostrado uma alternativa viável e com bons índices de sucesso.