Voltar

TOMOGRAFIA MULTISLICE 64 CANAIS

TOMOGRAFIA MULTISLICE 64 CANAIS

TOMOGRAFIA MULTISLICE 64 CANAIS

 


A tomografia Multi-slice 64 canais é um aparelho de ultima geração que possibilita ao médico radiologista, que laudará seu exame, uma avaliação muito segura e precisa.
Após o exame ser realizado, profissionais especializados realizam a reconstrução das imagens obtidas. Por vezes quando, seu médico solicita ou ainda quando são identificados dados importantes em seu exame, é realizada a reconstrução tridimensional. Com esta tecnologia as imagens de seu exame ficam mais claras objetivas para melhor interpretação e diagnóstico do médico radiologista e de seu médico assistente.

Durante seu atendimento na recepção do Centro de Diagnóstico Unimed (CDU), você - ou seu responsável - deverá preencher um questionário de história clínica com importantes informações para a realização de um exame seguro e de qualidade. Através destas poderemos identificar algumas intercorrências, que mesmo sendo muito raras estão descritas em trabalhos científicos e livros. Dessa maneira, respeitam-se as normas legais e o Código de Ética Médica em relação ao consentimento sobre o exame ser realizado. A equipe de enfermagem realiza perguntas ao cliente referentes aos motivos pelo qual o mesmo veio até o CDU realizar a tomografia. Essas informações são de suma importância na execução e definição de utilização ou não de contraste.

Dependendo da indicação clínica e do exame a ser realizado é necessária a utilização do contraste podendo ser via endovenosa ou oral. A administração do contraste é decidida durante a realização do exame, podendo em alguns casos ser prevista no momento do agendamento. O cliente deve assinar o termo de ciência da possível utilização ou não do contraste.

O dia no qual o paciente vai fazer o exame de Tomografia Computadorizada deve ser um dia normal em sua vida. Deve comer normalmente, obedecendo ao horário do jejum orientado no ato do agendamento de seu exame. As medicações usuais e continuas devem ser tomadas normalmente.

Quando o exame for realizado com injeção de contraste endovenoso, ou ingestão de contraste oral, o cliente é preparado pela equipe de enfermagem, e orientado sobre oque acontecerá durante o procedimento. Na sala de exame o paciente é posicionado sobre uma mesa que desliza por um grande arco que compõe a máquina. Em média o exame é executado de cinco a dez minutos.
O CDU orienta que gestantes não devem realizar exames de Tomografia Computadorizada  antes do fim do terceiro trimestre de gravidez. Pacientes que possuem Marca-passos, implantes e DIUs podem realizar este exames normalmente.

Os clientes que possuem insuficiência renal podem realizar exames de Tomografia Computadorizada apenas sem contraste, devido a possíveis complicações em casos específicos a pacientes com esta patologia. Pessoas com história prévia de alergia aos compostos iodados também não devem realizar exames com contraste e pacientes portadores de asma brônquica devem receber cuidados especiais para a sua realização. Nestes casos os clientes são avaliados pelo médico radiologista de plantão no dia do exame. Ele orienta o preparo do cliente adequado com medicações profiláticas e, caso necessário, define métodos de diagnósticos mais seguros.

O Centro de Diagnóstico Unimed, preocupado com um atendimento de excelência para seus clientes, e buscando executar exames de imagem disponibilizando processos de trabalho seguros e de qualidade, deu início no ano de 2013 a execução de exames de Tomografia com protocolo de baixa dose de exposição para pacientes pediátricos e oncológicos.

Pensando nos clientes apresentam medo de lugares fechados, dados clínicos e história que indiquem alergias graves a medicações, o CDU realiza exames de tomografia com acompanhamento de anestesista. Sendo assim, é importante que no momento do agendamento de seu exame, informe a atendente, se possui algum dado que sugira a realização de seu exame com acompanhamento anestésico.



EXAMES COM ANESTESIA:

No momento do agendamento de seu exame é importante que você informe se tem fobia a lugares fechados, se possui implantes metálicos no corpo ou se usa marca-passo cardíaco;
Em alguns casos específicos se faz necessário o método de anestesia com acompanhamento profissional e também com acompanhamento de algum responsável ou familiar.

A anestesia normalmente é recomendada para os casos de claustrofobia (medo de locais fechados), pacientes com movimentos involuntários e criança.