Voltar

Reduzir, reutilizar e reciclar

Reduzir, reutilizar e reciclar

No Dia Mundial do Meio Ambiente veja como você pode fazer sua parte para contribuir com o descarte consciente

Reduzir, reutilizar e reciclar

No Dia Mundial do Meio Ambiente veja como você pode fazer sua parte para contribuir com o descarte consciente

4 Junho 2020

Barbara Esteves
Assessora de Comunicação

Maceió - Com o isolamento social, em função da pandemia da Covid-19, houve grande aumento do consumo de alimentos em casa e, consequentemente, a produção de lixo doméstico tem sido uma constante realidade na casa dos brasileiros. Mas, o que fazer para descartar o lixo corretamente, ajudar na preservação do meio ambiente e a quem sobrevive da coleta desses materiais? Neste Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, veja como você pode fazer sua parte para contribuir com o descarte consciente.

 

Confira algumas dicas

 

Sempre separe o lixo seco do úmido

Separar o lixo seco facilita o trabalho dos catadores. Além disso, é importante limpar todas as embalagens, antes de jogá-las fora.

Lixo seco: papel, plástico, metal, vidro, papelão, potes, garrafas, pregos, latinhas, jornais e carcaças de materiais eletrônicos e eletrodomésticos.

Lixo úmido: restos de comida, fezes de animais, podas de plantas, bitucas de cigarro, papéis sujos e fraldas descartáveis (tudo o que estraga com facilidade).

 

Retire os lacres de alumínio de latinhas de comidas e bebidas e doe para o “Ajudo na Lata”

O Ajudo na Lata é um projeto de responsabilidade socioambiental da Unimed Maceió que recebe lacres de alumínio. Eles são vendidos e o valor é revertido em cadeiras de rodas e itens de mobilidade que são doados para instituições sociais. Quando a pandemia passar, leve os lacres coletados para um ponto de arrecadação da Unimed Maceió. Além de ser uma ótima maneira de reciclar o alumínio, você ainda ajuda a doar cadeiras de rodas para quem precisa.

 

Retire as tampas de plástico e reserve-as para a doação no Amor21

O projeto auxilia mais de 150 famílias de Alagoas, fornecendo apoio a pais, amigos e pessoas com Síndrome de Down. Desde 2019, eles estão coletando as tampinhas de plástico de refrigerantes, leite, sucos e até pasta de dente, para reciclar e ajudar na reforma de sua sede.

 

Máscaras e luvas são descartas separadamente

O ideal é o descarte em um saco plástico fechado, separadamente, antes de ir para a lixeira. Não jogue diretamente no lixo. Dessa forma, cria-se uma barreira adicional de proteção e evita-se o contágio de terceiros.

 

Recicle restos de comida

As cascas de frutas e restos das refeições podem servir de adubo para hortas orgânicas, até mesmo dentro de casa.

 

Fotos:
Capa - Cortesia/Madysson Wesley
Matéria - Ascom Unimed Maceió e Divulgação