Voltar

Reestruturação do Pronto Atendimento

Reestruturação do Pronto Atendimento

Pronto Atendimento da Unimed Marília muda fluxo de atendimento para maior segurança.

Reestruturação do Pronto Atendimento

Pronto Atendimento da Unimed Marília muda fluxo de atendimento para maior segurança.

29 Abril 2020

Desde a disseminação do coronavírus para outros países e para o Brasil no início de 2020, a Unimed Marília já se mostrava atenta e alerta, se estruturando para enfrentar um cenário, que para muitos ainda era incerto. Como medida protetiva à todos seus colaboradores, beneficiários e à comunidade, a cooperativa criou um Comitê de Crise do Coronavírus para estudar ações e implementá-las no dia a dia de todos os serviços assistenciais.

O Pronto Atendimento da Unimed Marília, por exemplo, foi reestruturado internamente para atender à todos com segurança e evitar ao máximo a propagação do vírus. A divisão do fluxo interno assistencial ficou estruturada da seguinte forma:

O atendimento inicial parte de uma triagem realizada por uma enfermeira, seguindo o protocolo de manejo clínico do Ministério da Saúde. Após essa primeira etapa, o profissional direciona o beneficiário para uma das duas unidades criadas para diferentes necessidades.

  • Unidade de Síndrome Gripal (Verde): pacientes que apresentam síndrome gripal, com sintomas como tosse, espirros, coriza, chiado no peito. Aqui, o beneficiário conta com atendimento clínico e pediátrico, com uma equipe qualificada e totalmente capacitada para a demanda especializada do Covid-19
  • Unidade Geral (Azul): pacientes que apresentam qualquer sintoma, inclusive febre, mas sem sintomas respiratórios. Nesta unidade também está disponível o atendimento clínico, pediátrico, além do atendimento ortopédico
 

O grande diferencial do Pronto Atendimento da Unimed Marília é o foco no beneficiário como um todo. Segundo Mara Cristina Pereira Costa, Coordenadora de Enfermagem do PA, foi realizado um trabalho intenso para garantir a segurança de todos. “Além de implementar a divisão do fluxo interno assistencial, fizemos treinamentos com 70 médicos e 50 enfermeiros para enfrentarmos a situação com responsabilidade, conhecimento e segurança”, explica.

Além de todo o treinamento realizado para a equipe de frente, a Unimed Marília se mostrou preocupada com seus colaboradores investindo em treinamentos sobre o uso correto de EPI´s, como lavar as mãos e roupas e se higienizar após deixar o Pronto Atendimento. A cooperativa  tem como objetivo promover a saúde, seja de seus colaboradores, familiares, beneficiários e comunidade.