Voltar

Bom dia! 10 dicas para acordar cedo e bem-disposto

Bom dia! 10 dicas para acordar cedo e bem-disposto

Atenção: mais importante do que acordar cedo, é dormir bem. Mas algumas dicas podem deixar a manhã - e o resto do dia - mais produtivos

Bom dia! 10 dicas para acordar cedo e bem-disposto

27 Janeiro 2021

Uma das suas resoluções de ano novo é acordar mais cedo para cumprir todas as outras? Vamos reunir algumas dicas para vencer a preguiça matinal (que é normal e faz parte da inércia do sono) e acordar com disposição.

 

Qual é o seu cronotipo?

Acordar cedo faz bem

Dicas para acordar cedo e com disposição

 

Qual é o seu cronotipo?

Você já ouviu falar em cronotipo? Basicamente, é a predisposição da pessoa a ter picos de energia ou cansaço de acordo com a hora do dia.

Assim, temos pessoas mais matutinas (que dormem normalmente das 22h às 6h), vespertinas (que preferem dormir das 3h às 11h) ou intermediárias (que costumam dormir das 00h às 8h).

 

Acordar cedo faz bem

Um estudo da Universidade de Educação de Heidelberg, na Alemanha, confirma: quem cedo madruga tende a ser mais proativo, ou seja, tem mais disposição para se antecipar e propor soluções. E, sim, isso pode se refletir na melhor performance profissional.

Acordar cedo e aproveitar o tempo, antes das atividades comerciais, para fazer algo pelo próprio bem-estar, é apontado por muitos como o “segredo do sucesso”. Este hábito também está associado a menores índices de depressão. Mas é possível mudar o nosso cronotipo e passar a acordar mais cedo?

Com um pouco de esforço inicial é possível mudar o hábito. 

 

Confira 10 dicas para acordar cedo e bem-disposto 

As dicas para levantar cedo e bem-disposto começam na noite anterior. Afinal, para acordar bem, é preciso dormir bem. O cérebro precisa desse descanso para funcionar adequadamente.

Antes de dormir

  1. Rotina: busque deitar e levantar sempre no mesmo horário, inclusive nos finais de semana, para acostumar o seu corpo à nova rotina
  2. Desligue as telas e luzes claras: aposte em atividades relaxantes antes de dormir, uma música calma, meditação ou um bom livro – com uma luz amarela. As telas de celular e computador prejudicam a produção natural de melatonina, o hormônio indutor do sono. Por isso, o ideal é que sejam evitadas duas ou três horas antes de dormir, ou pelo menos que se use o filtro de luz azul para amenizar o problema
  3. Planeje o dia seguinte: se estiver com muitas preocupações, faça uma lista de prioridades para resolver no dia seguinte. Com a mente descansada pela manhã, as soluções ficam mais claras
  4. Hora de acordar! Vencer a preguiça. É normal sentir preguiça logo ao acordar, mas vencer esse pensamento será a primeira vitória do seu dia. Pense em uma coisa boa que você quer para o seu dia. Levante-se para conquistá-la!
  5. Vencer o modo soneca. O despertador é seu aliado nessa mudança de hábito. Mas o modo soneca pode atrapalhar mais que ajudar. Isso porque, ao longo da noite, você passa por ciclos de sono com cerca de 90 minutos cada. Se você acordar e pressionar “só mais cinco minutinhos”, seu cérebro pode entrar em um novo ciclo de sono e levantar se torna ainda mais difícil. Dica? Experimente deixar o despertador longe da cama com uma música agradável. Assim, você precisará levantar para desligar, mas não será um som desesperador
  1. Faça a luz do dia entrar: ao deixar a cortina, uma parte da janela ou a porta do quarto aberta, você permite que a luz do dia entre no seu quarto e desperte seu corpo de forma gradativa e mais tranquila. Mas, se você trabalha à noite e precisa dormir pela manhã, vale apostar em cortinas blackout para ajudar seu corpo a descansar melhor
  2. Arrume a cama: é uma boa forma de mexer o corpo logo cedo e ter uma sensação de realização logo nos primeiros minutos do dia. Isso ajuda a ter disposição para as próximas atividades
  3. Café da manhã: seu corpo passou cerca de oito horas em jejum, um café da manhã completinho fornecerá a energia necessária para sua jornada
  4. Exercícios físicos pela manhã: além de ser bom para o corpo, a atividade física libera hormônios responsáveis pelo sentimento de prazer, traz energia, reduz ansiedade e depressão
  5. Ler ou tentar aprender algo novo: ajuda a despertar o cérebro para pensamentos não rotineiros e estimula a criatividade

 

Se, apesar do número de horas dormidas e das tentativas de aplicar essas dicas, o cansaço ainda for uma constante, pode ser um sinal de alerta. A fadiga excessiva pode estar associada a problemas hormonais ou a distúrbios do sono. Nesse caso, é importante procurar um médico para a avaliar o caso. Combinado?

Leia mais: Entenda como problemas como ronco e apneia podem estar comprometendo o seu descanso.

Fontes: SBIE - Sociedade Brasileira de Inteligência EmocionalHarvard Health


Texto: Agência Babushka | Edição e Revisão: Unimed do Brasil

Revisão técnica: equipe médica da Unimed do Brasil


Média (8 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Conteúdo com a tag saúde da mulher .

Ver todas Noticias

Notícias Unimed ver todas as notícias

2° via de boleto

2° via de boleto 2° via de boleto ...

Trabalhe conosco

Seja um Colaborador Unimed ou Um Jovem Aprendiz   IMPORTANTE: Estou ciente que sou responsável pela veracidade das informações enviadas. Qualquer divergência e/ou...

Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em