Voltar

Saúde na meia-idade

Saúde na meia-idade

A partir dos 50 anos de idade, sinais de envelhecimento ficam mais evidentes e o corpo exige mais cuidados

Saúde na meia-idade

13 Março 2010

Cuidados com a saúde física e mental devem estar presentes em todas as fases da vida. Esses cuidados diferem de acordo com a idade e o estilo de vida de cada um, mas, independente disso, eles tendem a aumentar e a serem mais necessários com o passar dos anos. Quem não tem o hábito de se cuidar a chegada na meia-idade é um momento importante para começar a prestar atenção nos sinais do organismo para tomar as providências recomendadas.

Dos 50 aos 70 anos de idade, os primeiros sinais de envelhecimento são visíveis. Entre as mudanças comuns nesse período, estão a diminuição de força e volume dos músculos, a perda de elasticidade dos vasos sanguíneos e o deslocamento do tecido adiposo para o tórax e abdômen, fazendo o rosto e as extremidades parecerem mais magros. A partir dos 50 anos, o principal risco para a saúde são doenças coronárias, para os homens, e câncer, para as mulheres. Com a chegada dos 65, o sistema imunológico entra em declínio.

O processo de envelhecimento é inevitável, mas com os cuidados certos e um estilo de vida saudável, é possível melhorar a qualidade de vida e assim, possibilitar a chegada à terceira-idade de maneira saudável. Veja as dicas:



 

 


Taise Bertoldi e Designer: Pabla Vieira

Fonte: Guia Veja de Medicina e Saúde Volume 5/Revisão Médica Hospital Israelita Albert Einstein

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Ver todas Noticias

Notícias Unimed ver todas as notícias

2° via de boleto

2° via de boleto 2° via de boleto ...

Trabalhe conosco

Seja um Colaborador Unimed ou Um Jovem Aprendiz   IMPORTANTE: Estou ciente que sou responsável pela veracidade das informações enviadas. Qualquer divergência e/ou...

Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em