Voltar

Thaynan Lemos

Thaynan Lemos

Mãe do Vicente.

Thaynan Lemos

Mãe do Vicente.

"Desde o início da gestação já havia optado pelo parto normal, e sempre recebi todo apoio e motivação do meu esposo, Augusto, e da minha obstetra Dra. Fabianny.

Ao longo da gestação nos preparamos de todas as formas possíveis para podermos fazer as melhores escolhas nesse momento tão importante de nossas vidas.

As semanas foram passando e devido a diabetes gestacional (diagnosticada desde o início, mas sempre mantendo-se controlada ao longo de toda gestação) decidimos que se chegasse as 40 semanas e eu não tivesse entrado em trabalho de parto espontaneamente, partiríamos para indução.

Chegamos as 39 semanas sem sinais de trabalho de parto e marcamos a indução para a semana seguinte. Porém, com 39 semanas e 1 dia, por volta das 8 horas da manhã, as contrações começaram, ainda irregulares e de leve intensidade.

Por volta das 18 horas fui avaliada por minha obstetra, estava com 2 cm de dilatação e contrações ainda irregulares e de baixa intensidade. Retornei para minha casa, e por ficamos eu, meu esposo, minha amiga e doula, entre banhos de chuveiro, caminhadas e agachamentos, as contrações foram evoluindo e assim também o trabalho de parto.

Retornamos ao Hospital Unimed por volta das 00h30, do dia 18/05, as contrações intensas, interruptas e quase 10 cm de dilatação. Fomos para a sala de parto, onde fomos recebidos e bem atendidos pela equipe de plantão. Já me encontrava na fase expulsiva do trabalho de parto e às 1h35 nosso Vicente nasceu.

Para mim, a experiência do parto normal não poderia ter sido melhor. Tudo foi como planejei e sonhei. Agradeço a Deus por ter me dado força e coragem, a minha amiga e doula Jordana, a minha obstetra Dra. Fabianny Bedim por todo apoio e motivação, a equipe de plantão que tão respeitosamente me acompanhou neste momento, e principalmente, ao meu esposo Augusto que foi meu grande companheiro, e se manteve sempre ao meu lado, me motivando e me sustentando."


Parto Normal - 18/05/2019