Voltar

Dia Mundial do Meio Ambiente: Unimed é referência na gestão de resíduos

Dia Mundial do Meio Ambiente: Unimed é referência na gestão de resíduos

Dia Mundial do Meio Ambiente: Unimed é referência na gestão de resíduos

13 Junho 2018

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Produzir e impactar de maneira altamente sustentável. Esse é o caminho que os resíduos produzidos pelo Hospital Metropolitano da Unimed (HMU), percorrem para ter o tratamento, acondicionamento e descarte correto. O lixo, principalmente o hospitalar, é considerado nocivo para as pessoas e também para o meio ambiente. Tudo que é produzido no HMU tem o seu devido destino, seja ele resíduo: biológico, químico, radioativo, lixo comum e materiais perfurocortantes.

A preocupação da Singular na gestão de resíduos é grande e, para diminuir o impacto ambiental, várias ações são desenvolvidas.

ETE - Abrigo de resíduos

A responsabilidade ambiental adotada na obra do HMU foi respeitada desde o início da elaboração do projeto de construção. A unidade hospitalar conta com uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) própria, onde todo esgoto produzido no local é tratado. O hospital também segue a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabelece regras para a separação e coleta de resíduos hospitalares. O HMU possui quatro abrigos para o acondicionamento de resíduos: comum, reciclável, infectante e químico. Todo lixo produzido na unidade é recolhido, levado para postos e coletado pela empresa que faz o descarte correto.

Ambiente Consciente

A Unimed implantou também, em suas dependências, o programa “Ambiente Consciente” junto aos colaboradores, com o objetivo de promover a conscientização socioambiental. O objetivo é estimular a adoção de boas práticas no cotidiano da cooperativa, promovendo a educação e conscientização do público interno, obtendo também a otimização do consumo de luz, água, papel, entre outros de forma a levar esses conhecimentos também para a vida pessoal.

Resto Ingesta

A campanha “Resto Ingesta” é realizada mensalmente há dois anos, na Unidade de Atenção e Nutrição (UAN) do hospital. A iniciativa, tem o objetivo de diminuir a quantidade de alimentos desperdiçada pelos colaboradores durante as refeições. “Desde o início da iniciativa, o volume de alimentos desperdiçados diminuiu, mas a quantidade descartada ainda é alta. Por isso, mensalmente são realizadas ações de orientações ao colaborador para incentivar a conscientização ambiental, social e econômica”, disse Elis Rejane Teixeira Oliveira (nutricionista da UAN).

O HMU ainda realiza outras ações que contribuem para o meio ambiente:

- Recolhimento e descarte correto do óleo utilizado na cozinha

- Aproveitamento do pó de café como composto orgânico

- Iluminação natural com o uso de claraboia nos corredores do setor de internação

- Separação e descarte correto de lixo eletrônico

- Torneiras automáticas com temporização

- O papelão descartado é recolhido por uma empresa; onde ele é segregado, picotado e prensado.