Voltar

A pele na gravidez

A pele na gravidez

Durante a gestação, a mulher pode perceber algumas alterações na pele, como manchas e estrias

A pele na gravidez

9 Dezembro 2010
A cada mês que passa, a mulher grávida percebe diferentes mudanças no corpo, que se prepara para o desenvolvimento do bebê. A pele também costuma sofrer alterações, como o surgimento de manchas e de estrias. Na maioria dos casos, as variações são normais e, geralmente, temporárias.

As alterações na pele podem ter várias causas. Uma delas é hormonal, já que a alta concentração de hormônios femininos é um dos agravantes dos melasmas, manchas de tonalidades marrons que podem aparecer ao redor dos olhos, nariz e bochechas. Essas manchas são inofensivas e costumam desaparecer alguns meses após o parto. Para prevenir que elas escureçam, é importante evitar a exposição prolongada ao sol e usar sempre um protetor solar adequado.

Além dessas manchas, também é comum que algumas áreas do corpo fiquem mais escuras, principalmente na parte interna da coxa e nos mamilos, por causa do aumento de melanina. De acordo com o Congresso Americano de Ginecologia e Obstetrícia, mais de 90% das gestantes terão essas áreas escurecidas.

Estrias
As temidas estrias também são motivos de preocupação para as grávidas, já que tendem a aparecer por causa das alterações hormonais e da distensão da pele. Para tentar preveni-las, é importante manter a pele hidratada.



Taise de Queiroz Bertoldi

Fonte: Site The American Congree of Obstetricians and Gynecologists, Blog Lucia Mandel (Site Revista Veja)

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em