Voltar

Serviço de Hemodinâmica da Unimed Missões/RS é referência para a região

Serviço de Hemodinâmica da Unimed Missões/RS é referência para a região

Serviço de Hemodinâmica da Unimed Missões/RS é referência para a região

21 Junho 2019

A Hemodinâmica é o exame que estuda os movimentos e pressões da circulação sanguínea para o diagnóstico e tratamento de doenças com métodos seguros e minimamente invasivos, atuando nas áreas da neurologia, diagnóstico, cirurgia endovacular e, principalmente, cardiologia.

Há quatro anos a cooperativa Unimed Missões/RS disponibiliza do serviço de Hemodinâmica junto ao seu Hospital, realizando diagnósticos e procedimentos que utilizam a técnica do cateterismo. Em situações de emergência, é utilizado para confirmar a presença de obstruções das artérias coronárias e infarto agudo do miocárdio, sendo usado para planejar a melhor estratégia de intervenção. O serviço está capacitado para efetuar procedimentos que direcionam o paciente para tratamentos como angioplastias, implante de stents, embolização de aneurismas, tumores e outros defeitos vasculares complexos, além de tratamentos de arritmias e implantes de marcapasso.

Com atendimento 24 horas por dia, o serviço conta com estrutura bem montada e equipamento importado do Japão, que é referência mundial em tecnologia aplicada à saúde, tornando os exames mais seguros e a reabilitação mais tranquila. “É muito legal ver as pessoas se recuperando após chegar no Hospital em uma situação difícil. Hoje atendemos pessoas de todas as idades, tendo resultados positivos após os procedimentos realizados em nosso serviço”, salienta o médico cardiologista responsável pela Hemodinâmica da Unimed Missões/RS, Dr. Márcio Siqueira.

O médico ainda destaca que, após a inauguração do serviço, mais de 1500 pacientes já passaram por atendimento. “Temos uma equipe qualificada composta por médicos de várias especialidades, garantimos a rapidez no atendimento de urgência e realizamos procedimentos que vão dos simples aos mais complexos. Nos tornamos referência na região das Missões, já que antes era necessário o paciente se deslocar até um município mais distante para o atendimento, diminuindo sua chance de recuperação”.


Marília Munareto

Fonte: Assessoria de Comunicação Unimed Missões/RS


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: