Voltar

Direto para a linha de frente: profissionais que vêm ganhando experiência em meio a pandemia da Covid-19

Direto para a linha de frente: profissionais que vêm ganhando experiência em meio a pandemia da Covid-19

Direto para a linha de frente: profissionais que vêm ganhando experiência em meio a pandemia da Covid-19

26 Março 2021

Primeiro eles tiveram êxito em concluir um curso na área da saúde ou fazer transição profissional durante a pandemia. E, vencidas estas etapas, coube também a eles atuar direto na linha de frente contra a Covid-19, ao lado de profissionais mais experientes e observando os protocolos de segurança do Hospital Unimed Noroeste/RS. Histórias de dedicação para prestar assistência adequada a quem mais necessita neste momento e que contam mais um capítulo da pandemia provocada pelo Sars-Cov-2 há mais de um ano.

Formadas no início de 2021, a enfermeira Ana Luiza Pess de Campos e a fisioterapeuta Danieli Maria Magnaguagno se encaixam neste perfil. Elas iniciaram suas carreiras profissionais já nas unidades de isolamento de pacientes com Covid-19 no Hospital Unimed Noroeste/RS. “Está sendo um período muito importante, pelo amor que sinto pela profissão e pela área hospitalar, que desejei desde o início da graduação. É um aprendizado diferente que temos de construir no meio da pandemia. É preciso agir rapidamente na conduta terapêutica, estar sempre com mais prontidão, já que os pacientes necessitam de um maior cuidado”, salienta a fisioterapeuta Danieli.

A enfermeira Ana Luiza destaca que ficou aflita quando soube que iria atender diretamente pacientes com Covid, mas seguiu em frente. “Vieram os questionamentos: será que vou contrair a doença? Será que vou conseguir exercer meu trabalho com qualidade? Mas como profissional da saúde, precisamos estar abertos para todos os obstáculos que vamos encontrar. Atuar na linha de frente no começo dessa jornada é um grande desafio e gera medos, visto que estamos vivendo uma situação atípica, com inúmeras incertezas. A cada dia ainda surgem dúvidas por se tratar de um vírus recente”, salienta.

Este contexto de atendimento aos acometidos pela Covid-19 também engloba profissionais que, embora tendo formação em áreas da saúde, trabalhavam em outros ramos ou outras instituições, sem contato direto com esta nova doença. Após participarem de seleções, precisaram rapidamente se adaptar ao novo contexto. “Entrei na instituição em junho de 2020. Antes trabalhei 9 anos com venda de pneus e também tentei, ainda no início do ano passado, trabalhar com transporte escolar, mas com a pandemia tudo mudou. Então, no meio do ano surgiu a oportunidade de trabalhar na Unimed. Quando entrei, o quadro da pandemia era totalmente diferente do que estamos vendo agora.  Consegui me adaptar, pois fui bem instruído pela coordenação e pelos colegas mais experientes”, conta o técnico em Radiologia Tiago Glitz, formado desde 2015 e agora atuando no Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Unimed.

História semelhante com a da técnica de Enfermagem Jéssica Natália Denque Rodrigues, formada em 2013, que não estava atuando diretamente com a Covid-19 e passou a integrar as equipes assistenciais do Hospital Unimed. “A instituição tem um modo acolhedor de inserção do profissional, os colegas são receptivos, nos mostram que o cuidar vai além das técnicas. Com a doença vimos que muitas vezes somos o suporte daqueles pacientes que estão passando esse momento. Tudo é incerto e cada dia é uma nova experiência”, observa.

No geral, o primeiro acolhimento que os pacientes Covid recebem é no Pronto Atendimento do Hospital. É neste local que os beneficiários buscam socorro quando apresentam sintomas. Neste ambiente atua agora a técnica de Enfermagem Patrícia Jappe, formada em 2019. Ela também vem ganhando experiência profissional atuando pela primeira vez na linha de frente de combate à doença.  “Quando soube que ia trabalhar na área em meio a pandemia, fiquei aflita. Mas eu queria muito trabalhar, sou determinada, então não seria isso que tiraria minha vontade de atuar na minha profissão. Fui muito bem recepcionada pelos colegas do setor, que estão muito bem preparados para o trabalho, além de termos todos os EPI’s para a nossa segurança e a dos pacientes também”, relata.

Aprendizados - Confira as lições que estes novos profissionais do Hospital Unimed Noroeste/RS estão aprendendo na luta diária contra a Covid-19:

“Contamos com muito apoio entre os colegas, assim descobrimos o verdadeiro significado do trabalho em equipe. Estamos trabalhando com bravura para ofertar o melhor aos pacientes” - Enfermeira Ana Luiza Pess de Campos

“Nunca devemos negligenciar sintomas, não sabemos quem vai desenvolver, tornar-se paciente grave. Devemos prestar muita atenção, procurar sempre ajuda” - Fisioterapeuta Danieli Maria Magnaguagno

“Trabalhamos para ver um paciente se recuperando, dando alta, por isso é gratificante ver que estamos fazendo o nosso melhor a cada dia. Compreendo, assim, a importância da empatia, de se colocar no lugar do próximo e tentar fazer o máximo que podemos para confortar as pessoas nesse momento tão delicado" - Técnica de Enfermagem Jéssica Natália Denque Rodrigues

“Devemos ser resilientes e gratos pela vida” - Técnica de Enfermagem Patrícia Jappe

“Percebo a importância de pequenos gestos, como um abraço, um aperto de mão, que hoje a gente não pode fazer. Muitas vezes eles fazem diferença e agora estamos impossibilitados. E isso está muito presente neste momento na minha percepção” - Técnico em Radiologia Tiago Glitz