Voltar

Números da Covid-19 no Hospital Unimed apontam maio como segundo pior mês da pandemia

Números da Covid-19 no Hospital Unimed apontam maio como segundo pior mês da pandemia

Números da Covid-19 no Hospital Unimed apontam maio como segundo pior mês da pandemia

28 Maio 2021

Os números relacionados à pandemia da Covid-19 no Hospital Unimed Noroeste/RS em maio demonstram o agravamento da doença em Ijuí e na região, alcançando níveis muito próximos daqueles registrados em março de 2021. “Este vem sendo o segundo pior mês da pandemia desde o ano passado, exigindo permanente revisão do Plano de Contingência adotado pela instituição”, aponta o diretor técnico Marcelo Brum Miron. Nas últimas semanas foi necessário ampliar novamente a quantidade de leitos de UTI diante do aumento de casos que demandam cuidados intensivos, com o envolvimento de mais profissionais médicos e da área de Enfermagem, além de aumentar o número de vagas clínicas nas áreas de isolamento para pacientes com diagnóstico da doença.

O Pronto Atendimento exclusivo para pessoas que apresentam sintomas respiratórios evidencia a maior disseminação de casos da doença. Até quinta-feira, 27, a instituição registrava 985 atendimentos, superando em mais 80% os dados do mês anterior. O recorde desde o início da pandemia, ainda no ano passado, havia sido registrado em março de 2021, com 1.245 atendimentos. O Hospital Unimed mantém acessos independentes em seu Pronto Atendimento, direcionando para espaço específico aqueles pacientes que apresentam outras patologias.

O número de internações neste mês também demonstra o agravamento da doença. Mesmo antes do final do mês, as 92 internações registradas em maio representam mais que o dobro das ocorrências de abril, que somaram 43. Além disso, em maio já foram notificados 11 óbitos, metade dos ocorridos em março último, o mês mais grave, que registrou 169 pacientes internados em decorrência da doença. “Todos os números de atendimentos relacionados à Covid-19 em nosso hospital próprio indicam para a necessidade de manter os cuidados recomendados para o controle da pandemia, evitando aglomerações e observando o uso de máscara e álcool gel”, reforça.