Voltar

Pacientes da Unimed aprendem dança sênior como incentivo à qualidade de vida

Pacientes da Unimed aprendem dança sênior como incentivo à qualidade de vida

Pacientes da Unimed aprendem dança sênior como incentivo à qualidade de vida

6 Junho 2019

Realizados mensalmente, os encontros do grupo operativo Qualidade de Vida reúnem pacientes atendidos pela Unimed Noroeste/RS através do Programa de Atenção Integral à Saúde. O objetivo é oportunizar um momento diferente na rotina, promovendo a troca de experiências, interação social, conscientização do autocuidado e prevenção de doenças. Neste mês, o foco esteve na Dança Sênior.

A atividade é ideal para incentivar a atenção à qualidade de vida. A dirigente de Dança Sênior, Lori Becker Pires, foi a instrutora convidada para o encontro desta quarta-feira, 5, e explicou ser esta uma modalidade diferenciada. “As coreografias são sequências de movimentos que se repetem. Podem ser feitas sentadas e em pé”, observa. A Dança Sênior oferece inúmeros benefícios para a saúde, pois trabalha corpo e mente, estimulando a coordenação motora, lateralidade, equilíbrio, circulação sanguínea, além da concentração, atenção e solidariedade.

Maria Catarina de Lima, integrante do grupo há dois anos, conta que se sente muito feliz em participar dos encontros. “Todo mês estou aqui, gosto muito. Hoje podemos perceber que é possível se movimentar sem fazer muito esforço. Também já aprendemos cuidados importantes para nossa saúde, além de conhecer pessoas e fazer amizades”, afirma.

O grupo é coordenado pelo setor de Medicina Preventiva da Unimed. As atividades são voltadas à saúde física, emocional e psicológica.


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: