Reajustes suspensos em 2020 serão aplicados em 2021 parcelados em 12 vezes

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou a suspensão dos reajustes anuais e os relacionados à variação de faixa-etária dos planos de saúde, conforme comunicado publicado no mês de setembro. O comunicado também traz a informação de que os reajustes poderiam ser cobrados posteriormente dos beneficiários a partir de janeiro de 2021.

Em novembro de 2020, a ANS emitiu um novo comunicado, anunciando que os reajustes, até então suspensos, deverão ser aplicados a partir de janeiro de 2021, e o índice autorizado foi de 8,14% para os contratos individuais e familiares. O comunicado da ANS ainda estabelece que o montante acumulado referente aos reajustes que deixaram de ser aplicados, deverá ser parcelado em 12 vezes, sem juros.

Portanto, nos casos em que o plano de saúde teve o reajuste e/ou a variação de faixa etária suspensos, haverá a cobrança reatroativa a partir Março de 2021. Desta forma, no boleto constará, além do valor da sua mensalidade já reajustada, a primeira parcela (do total de doze) referente à recomposição dos valores devidos no ano de 2020 e ainda não cobrados.

Para os contratos coletivos, aplicam-se as mesmas regras de recomposição dos valores de reajustes suspensos, diferenciando apenas o índice de correção das mensalidades, que varia conforme negociação de cada contrato.

Para visualizar o detalhamento dos valores que serão lançados mensalmente para cada integrante do seu contrato, acesse área logada do site www.unimednorte.com.br, Acesso Rápido e clique em “WEB EMPRESA” ou “WEB BENEFICIÁRIO”.

Nossa equipe de atendimento ao cliente está à disposição para esclarecimento de dúvidas pelo telefone (66) 35117060.