Voltar

Diabetes gestacional: como evitar

Diabetes gestacional: como evitar

Existem diversos fatores que podem causar a diabetes gestacional. Saiba quais são e como os hábitos alimentares podem ajudar a prevenir o problema

Diabetes gestacional: como evitar

9 Novembro 2018

 

Por mais que uma futura mamãe nunca tenha sofrido de diabetes ao longo da vida, essa condição pode se desenvolver no período da gravidez. A diabetes gestacional atinge até 7% das grávidas, segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, mas essa complicação pode ser combatida e, inclusive, prevenida.

A doença é consequência das alterações hormonais. Para permitir o desenvolvimento do bebê, a placenta produz hormônios que acabam impactando na ação da insulina, substância que controla o açúcar no sangue, por vezes resultando num quadro de diabetes restrito ao período da gestação.

Quando não gerenciado cuidadosamente, o problema pode gerar complicações para o bebê, como excesso de peso ao nascer, hipoglicemia neonatal e problemas respiratórios. À mãe, representa maior risco de pré-eclâmpsia (distúrbio da pressão arterial) e de desenvolver diabetes tipo 2 futuramente.

 

Acompanhamento no pré-natal

A diabetes gestacional geralmente se manifesta no segundo trimestre de gravidez e pode ocorrer em qualquer mulher, mas gestantes em idade mais avançada, com excesso de peso ou com história familiar de diabetes podem apresentar maior risco.

O diagnóstico é realizado por meio do acompanhamento dos níveis de glicose. O teste de glicemia é recomendado pelo Ministério da Saúde durante o pré-natal.

O tratamento adequado permite gravidez e parto mais saudáveis, ajudando a evitar problemas de saúde futuros na mãe e no bebê. Mas os devidos cuidados para evitar essa condição garantem uma gestação ainda mais tranquila.

 

Alimentação que previne

Manter um estilo de vida saudável antes de engravidar influencia para uma gestação menos propensa a complicações, hábito que deve ser mantido ao longo da gravidez.

Atividades físicas ajudam a reduzir os índices glicêmicos. Aliar esse hábito com alimentação balanceada, conforme orientação profissional, ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue seguros e a prevenir o problema. Informe-se com o seu médico sobre a melhor dieta para cada fase da gestação e lembre-se dessas dicas:

 

   

   

   

 

Leia também: Atividade física na gravidez

 


Texto: Thaís Guimarães de Lima / Design: Alex Mendes

Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes, Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Associação Americana de Diabetes, Mayo Clinic, UCSF Health – Universidade da Califórnia em São Francisco – e Ministério da Saúde

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (1 Votar)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em