Voltar

Aproveite a casca dos alimentos

Aproveite a casca dos alimentos

Aproveite a casca dos alimentos

21 Outubro 2019

Quando vamos preparar os alimentos, descascar, cortar o talo e retirar as sementes já está presente no nosso hábito. Normalmente, essas partes não parecem ter alguma função ou sabor, e raramente são servidos à mesa.

 A maior parte do que é descartado no pré-preparo das refeições pode ser aproveitado nas refeições e trazer ainda mais nutrientes, pois concentram grandes quantidades de vitaminas, minerais, fibras e componentes essenciais para a saúde e para a prevenção de doenças.

No caso das fibras, elas são superimportantes para o funcionamento de todo o trato gastrointestinal, que são órgãos que compõem o sistema digestivo. Essa mudança de hábito também faz bem para o planeta, pois ajuda a reduzir o lixo produzido diariamente.

 

Benefícios das cascas, talos e sementes

A casca de banana, contém triptofano, que é parte componente do hormônio serotonina, responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Já a casca e semente da melancia fornecem licopeno, que está associado à prevenção do câncer de próstata.

A casca e o bagaço da laranja são fontes de vitamina C, um poderoso antioxidante. Enquanto que a casca do abacaxi, além das fibras e da vitamina C, contém a enzima bromélia, que auxilia a digestão de proteínas. A casca de batata inglesa contém fibras, potássio, ferro, zinco e vitamina C, sendo estes dois últimos relacionados ao bom funcionamento do sistema imunológico.

Os talos de hortaliças como couve, brócolis e agrião são ricos em fibras, vitaminas e minerais, em especial cálcio e magnésio, estão associados à boa manutenção de ossos e dentes.

 

Sugestões de preparo

As sementes, quando torradas, podem virar farinha para preparos de diversos. As cascas das frutas podem ser utilizadas em compotas, geleias, chás, licores e doces. Enquanto os talos dão todo o sabor que o caldo de legumes precisa, além de ter espaço também nos sucos e refogados.

Os talos e as cascas podem ser utilizados também em farofas, omeletes, purês, ensopados, panquecas, em massas de bolos e pães.

Quando os alimentos tiverem aparência de podre ou sinal de mofo, devem ser descartadas. O consumo nesse caso pode ser bastante perigoso, já que existe o risco de contaminação. Além disso, o consumo de cascas e talos requer uma higienização caprichada para redução de sujeiras e pesticidas. Sempre que possível, prefira produtos orgânicos.

 

Fonte: Ministério da Saúde