Voltar

Orientações para as atividades físicas no inverno

Orientações para as atividades físicas no inverno

Usar roupas adequadas e prezar por um bom alongamento estão entre os cuidados essenciais para evitar complicações à saúde.

Orientações para as atividades físicas no inverno

22 Agosto 2016
Nas regiões em que o inverno é mais rigoroso, o tempo frio costuma desencorajar até mesmo os mais motivados praticantes de atividades físicas. É principalmente nesse período que a academia e a rua se tornam bem menos atrativas do que uma cama quentinha. Porém, exercitar-se durante o inverno é tão necessário para a saúde como em qualquer outra estação do ano. Com as temperaturas baixas, as pessoas tendem a comer mais alimentos calóricos, o que favorece o ganho de peso indesejado. 

Em geral, as pessoas podem se exercitar com segurança em dias frios, basta apenas seguir algumas recomendações específicas que ajudam a manter a temperatura do corpo estável. Já para quem tem alguma complicação de saúde, entre elas asma, pressão alta e problemas no coração, é importante conversar com o médico sobre as restrições e precauções especiais que precisam ser tomadas em dias frios, com base em cada condição de saúde. 
 
Roupas leves: o ideal é usar roupas que mantêm o corpo aquecido, mas que sejam confortáveis e leves. Dessa forma, com o aumento da temperatura corporal, fica mais fácil remover os agasalhos. Roupas mais coladas ao corpo, como segunda pele, costumam proteger melhor do frio. 
 
Aquecimento aeróbico: no frio, prime ainda mais pelo alongamento e aquecimento, para que os músculos e articulações fiquem devidamente preparados para realizar o exercício físico, esse cuidado minimiza o risco de ocorrer lesões musculares. Durante e depois do aquecimento mantenha a respiração nasal, para que o ar gelado entre filtrado e mais aquecido nos pulmões.
 
Alimentação: alimentar-se antes da prática de exercícios físicos é fundamental, afinal o organismo necessita de energia para chegar até o fim do treino. No inverno, esse cuidado deve ser intensificado, já que o corpo exige mais para se manter aquecido. Entre os alimentos ideais para o pré-treino estão os pães integrais, ovos e frutas. 
 
Hidratação: não apenas em dias quentes é preciso hidratar o corpo. Mesmo sem estar com sede, é fundamental beber líquidos antes, durante e depois das atividades aeróbicas. É mais difícil perceber durante o inverno, mas o suor provocado pelos movimentos pode levar o corpo à desidratação. Limonada ou suco de laranja são boas opções pré e pós-treino, pois fornecem vitamina C ao organismo. Durante a prática recomenda-se que a hidratação seja feita com água pura. 
 
Ambientes fechados: se você costuma se exercitar em ambientes fechados é preciso ficar mais atento, pois a menor ventilação e circulação do ar facilitam a transmissão de doenças como a gripe e o resfriado. Por isso, é bem importante intensificar a higienização das mãos e dos aparelhos que são usados de forma coletiva. 
 
Após o exercício: não fique com a roupa molhada de suor, troque-a por uma seca e procure aquecer o interior do corpo com bebidas quentes, como chá.
 
 

Rafaela Fusieger / Designer: Ana Carla Bortoloni

Fonte: Mayo Clinic / Drauzio Varella

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em