Voltar

Perceba desequilíbrios na sua saúde

Perceba desequilíbrios na sua saúde

Além dos bons hábitos de prevenção, cuidar da saúde também inclui estar atento aos sinais que o nosso corpo pode dar quando há algum desequilíbrio

Perceba desequilíbrios na sua saúde

5 Abril 2019

Diariamente, médicos de diferentes especialidades orientam seus pacientes sobre os cuidados importantes para a preservação da saúde, como praticar atividade física, não fumar, dormir bem, consumir frutas, verduras e legumes e beber bastante água. Mas, além de manter bons hábitos e fazer o check-up anual, é importante estar atento aos sinais que o corpo pode dar de que algo não vai bem. Problemas hormonais, estresse e anemia são algumas das causas das alterações que podem estar por trás desses indícios. Conheça algumas das alterações que merecem atenção e que podem ser avaliadas pelo seu médico:

 

Febre persistente

Quando a temperatura corporal estiver acima de 37,5ºC ao ser medida na axila, é sinal de febre, um sintoma comum em uma série de doenças. A febre, em alguns casos, ajuda no combate a infecções virais e bacterianas e geralmente é controlada com uso de antitérmicos, desparecendo em poucos dias. No entanto, um sinal de alerta se acende quando a febre é muito alta (acima de 39ºC), persiste por mais do que três dias ou quando vem acompanhada de outros sintomas, tais como dor de cabeça, sonolência, dor garganta, vermelhidão na pele, dor ao urinar, entre outros. Nos casos de febre que vai e volta com frequência, pode ser sinal de uma infecção oculta. Neste caso, o médico também deve ser procurado.

 

Perda de peso inexplicável

A perda de peso sem motivo aparente pode indicar várias condições, como problemas de tireoide, infecções e distúrbios de má absorção. Exceto quando a pessoa emagrece por fazer alguma dieta específica, os ponteiros da balança baixando podem servir de alerta e isso não deve ser ignorado.

 

Falta de ar e cansaço crônico

Por trás da dificuldade para respirar, principalmente quando o sintoma aparece de repente, sem ter qualquer relação com atividade física extenuante, altitude elevada e temperaturas extremas, podem estar problemas respiratórios e os relacionados ao sistema cardiovascular. Pessoas que sofrem com síndrome do pânico também podem sentir falta de ar, já que durante uma crise de ansiedade é comum a manifestação de reações físicas. Sentir-se cansado com muitas frequência pode ser sinal de anemia. Em casos de falta de ar persistente ou associada à dor ou pressão no peito, é recomendável procurar um atendimento médico para investigar o problema.

 

Alterações no intestino e na urina

A ida frequente ao banheiro pode estar associada a infecções virais ou parasitárias e levar a um quadro de desidratação, porém, quando a situação não se normaliza em poucos dias, pode haver diagnóstico de um problema mais sério. Merecem atenção ainda fezes escuras e com presença de sangue. Já a urina, que é responsável pela eliminação da maioria das toxinas do organismo, se apresentar cor ou odor mais fortes, ou ainda sangramento, algo também pode estar irregular.

 

Alterações na pele e nas unhas

Manchas brancas na pele, que geralmente são atribuídas a micoses, também podem ser motivo para desconfiar de outros problemas. Já as unhas pálidas rachadas ou quebradiças, ou ainda manchas brancas, amareladas e azuladas ou camadas pretas também podem ter relação com algum desequilíbrio. Vale prestar atenção nesses sinais e consultar um médico. 


Texto: Karina Fusco | Edição: Thaís Guimarães de Lima | Design: Alex Mendes e Fernanda Assato

Fonte: Mayo Clinic, Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Infantil Sabará, Hospital Nove de Julho, Universidade Oxford, Universidade Exeter e Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (5 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em