1 – O que são quotas?

1 – O que são quotas?

1 – O que são quotas?

A quota é a parcela constituída em bens ou dinheiro que cada sócio incorpora para a formação total do capital social (artigo 1.055 da Lei nº10.406/2002). Desse modo, a quota é uma parcela do capital social que confere direitos patrimoniais e pessoais aos sócios. Os primeiros são direitos do sócio de participação nos lucros e no patrimônio líquido da sociedade após sua liquidação. Já os direitos pessoais correspondem ao direito de participação do sócio como administrador ou na fiscalização da gestão social.

2 – O que são Ações?

2 – O que são Ações?

2 – O que são Ações?

São títulos nominativos negociáveis que representam para quem as possui uma fração do capital social de uma Sociedade Anônima. São espécies: Ordinária Nominativa (ON), Preferencial Nominativa (PN), ou de Fruição (art. 15 da Lei nº6.404/76).


3 – Qual a diferença entre quotas e ações?

3 – Qual a diferença entre quotas e ações?

3 – Qual a diferença entre quotas e ações?

Quanto à diferença entre quotas e ações, devemos observar, primeiramente, que ambas conferem direitos e obrigações aos sócios ou acionistas, porém, as quotas não podem ser convertidas em entidade patrimonial autônoma, do mesmo modo que não podem constituir-se em valor mobiliário incorporado em título de crédito. Enquanto a transmissibilidade em relação às quotas é acidental, em relação às ações é essencial (artigo 109 da Lei nº10.404/1976).

4 – Qual a diferença entre ações ordinárias e ações preferenciais?

4 – Qual a diferença entre ações ordinárias e ações preferenciais?

4 – Qual a diferença entre ações ordinárias e ações preferenciais?

Ordinária Nominativa (ON) - dá direito a voto em assembleia sobre definições da empresa (artigo 16 da Lei nº6.404/1976).

Preferencial Nominativa (PN) - não dá direito a voto, mas sim a prioridade na distribuição de dividendo, fixo ou mínimo (artigo 17 da Lei nº6.404/1976).

5 – Conceito de Empresa Limitada

5 – Conceito de Empresa Limitada

5 – Conceito de Empresa Limitada

Sociedade Limitada é o tipo de sociedade na qual a responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor de suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social (artigo 1.052 da Lei nº10.406/2002).

Apesar da responsabilidade solidária dos sócios, há a garantia de limitação de suas responsabilidades pelos encargos sociais. Sendo assim, os sócios só respondem por esses encargos na medida até o valor máximo de sua quota no capital social, impedindo que seu patrimônio pessoal responda pelas dívidas da sociedade, limitando suas possíveis perdas no caso de insucesso.

A quota pode ser dividida em capital subscrito e integralizado: é chamado de capital subscrito o montante de recursos que os sócios se comprometem a entregar para a formação da sociedade limitada, e integralizada, a parte do capital social que o sócio entregou à sociedade.


6 – O que significa os conceitos de S.A. Aberta e Fechada?

6 – O que significa os conceitos de S.A. Aberta e Fechada?

6 – O que significa os conceitos de S.A. Aberta e Fechada?

A companhia ou sociedade anônima tem o capital dividido em ações e a responsabilidade dos sócios ou acionistas é limitada ao preço de emissão das ações subscritas ou adquiridas (artigo1º da Lei nº6.404/1976) e tem como principais características:

- Capital dividido em Ações: cada ação representa uma fração do capital social de uma sociedade anônima, sendo este capital limitado ao preço da emissão.
- Responsabilidade dos sócios ou acionista limitada ao preço de emissão das Ações: a responsabilidade é integralizar as ações pagando o preço de emissão das ações.

As sociedades anônimas podem ser de Capital Aberto ou de Capital Fechado (artigo 4º da Lei nº6.404/1976).

- Capital Aberto: Para ser assim considerada, a lei exige que suas ações e demais valores mobiliários emitidos estejam admitidas à negociação em Bolsa ou Mercado de Balcão, devidamente registrados na CVM (Comissão de Valores de Mercados), ou seja, emite títulos e os vende ou na Bolsa ou no Mercado de Balcão, sujeitando-se a maior rigor do que as companhias fechadas.

- Capital Fechado: São as que não se enquadram nos requisitos das sociedades Abertas, pois suas ações e demais valores mobiliários não são negociados no mercado.


7 – Como investir na Unimed Participações?

7 – Como investir na Unimed Participações?

7 – Como investir na Unimed Participações?

Participando efetivamente das chamadas de aumento de capital, exercendo o seu direito de preferência ou através de negociação de ações.

8 – Como investir na Seguros Unimed?

8 – Como investir na Seguros Unimed?

8 – Como investir na Seguros Unimed?

Por meio da aquisição de Ações, comprando de acionistas ou nas chamadas de Capital que não foram totalmente realizadas pelos atuais acionistas.


9 – Qual o Capital Social da Unimed Participações? Em quantas ações é dividido o seu Capital Social?

9 – Qual o Capital Social da Unimed Participações? Em quantas ações é dividido o seu Capital Social?

9 – Qual o Capital Social da Unimed Participações? Em quantas ações é dividido o seu Capital Social?

Atualmente a UNIMED PARTICIPAÇÕES S.A possui um Capital Social de R$477.596.629,97, correspondente a 1.169.178.056 Ações Ordinárias.

10 – Qual a composição societária da Unimed Participações?

10 – Qual a composição societária da Unimed Participações?

10 – Qual a composição societária da Unimed Participações?

Atualmente, a UNIMED PARTICIPAÇÕES SA conta com 223 acionistas, distribuído por todo o território nacional, sendo que os 20 maiores acionistas representam 83,50% do seu Capital Social.