Voltar

Alzheimer, a doença do esquecimento...

Alzheimer, a doença do esquecimento...

Alzheimer, a doença do esquecimento...

9 Março 2020

Uma doença que costuma ser silenciosa, progressiva e de causas ainda desconhecidas. Assim, se caracteriza o Alzheimer, uma doença cujos sintomas mais conhecidos são a perda da memória recente, repetição da mesma pergunta várias vezes, dificuldade para acompanhar raciocínios complexos, para chegar a locais conhecidos, lembrar de palavras para construir uma frase ou expressar-se, demonstrando irritabilidade e isolamento. 
De acordo com a psicóloga do Centro de Atenção à Saúde – CAS, Tuani Savaris, conforme a doença evolui, outros sintomas surgem, entre eles: alterações na memória de longo prazo, na personalidade e nas habilidades visuais e espaciais; dificuldade para falar, comer, realizar tarefas simples e movimentar-se; agitação e insônia; incontinência urinária e fecal; infecções; restrições ao leito.
Um estudo realizado por Herrera e col. (2002), mostrou que a maior prevalência do Alzheimer é na população feminina e com baixo nível de escolaridade. Porém, tais dados podem variar a partir da região em que se vive, da idade e da condição socioeconômica. A doença afeta pessoas de diferentes classes sociais e gêneros. Contudo, existem alguns fatores de risco: histórico da doença na família, progressão da idade, baixa escolaridade e estilo de vida não saudável.
O Alzheimer ainda não possui cura, o objetivo do tratamento é retardar e/ou amenizar os sintomas. Geralmente os indivíduos respondem de forma positiva quando há um trabalho multidisciplinar com médicos (geriatras, neurologistas, psiquiatras, etc) psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, enfermeiros, farmacêuticos, entre outros profissionais.
Em relação à prevenção, Tuani explica que não existe uma forma específica e garantida, porém, manter hábitos de vida saudáveis são fatores de proteção, como: estudar, ler, manter a mente ativa, fazer exercícios físicos, ter uma alimentação saudável, praticar atividades em grupo, reservar momentos para o lazer, não fumar e não fazer uso de bebidas alcoólicas.