Voltar

Proteção radiológica: Atenção especial para crianças

25 Setembro 2019

As inovações tecnológicas na área da saúde trazem benefícios na descoberta de novas doenças e diagnóstico precoce de morbidades, porém não são isentas de risco para os pacientes. A radiação ionizante é um grande exemplo, presente nos exames radiológicos faz parte da investigação de diversas doenças, sendo solicitados diariamente pelos médicos.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) houve um aumento significativo na realização de exames radiográficos nas últimas décadas. No período de 1090 a 2010 foi registrado um aumento de 40% neste tipo de exame em todo o mundo. Dente eles, podemos citar exames de raios-X, tomografia computadorizada, densitomatria óssea, mamografia, cintilografia, ressonância nuclear magnética.

Um exame de raios-X frontal simples equivale a um dia inteiro de radiação natural; uma tomografia de crânio corresponde a mais de oito meses de radiação natural e uma tomografia de abdômen, a mais de vinte meses de exposição. Diversos estudos científicos apontam que doses cumulativas de radiação trazem prejuízos ao corpo humano, sobretudo das crianças que ainda estão em fase de desenvolvimento.

Para conscientizar sobre os cuidados que devem ser tomados na solicitação e realização desses procedimentos, a Unimed do Brasil, representante institucional das cooperativas que atuam sob a marca Unimed, lançou em 2016 o Programa de Proteção Radiológica Infantil. Este visa conscientizar profissionais da saúde e pacientes do Sistema Unimed sobre os riscos relacionados à exposição excessiva aos raios ionizantes, reduzir a indicação de exames desnecessários e criar condições para que os procedimentos sejam executados com a menor carga de radiação possível.

As atividades de proteção radiológica trazem os seguintes princípios básicos: o benefício da radiação deve ser maior que o risco do exame. Isto deve ser avaliado individualmente de acordo com as características individuais de cada paciente e comorbidade. Deve-se ainda preservar a segurança do paciente durante o exame radiológico, com protetores para áreas específicas. É importante salientar a necessidade de proteção do profissional que lida diretamente com o exame, através do respeito às normas de segurança nacionais.

Algumas dicas importantes para a proteção durante os exames são:

  • Manter as portas das salas de exame sempre fechadas
  • Evitar pessoas desnecessárias dentro da sala de exame e caso seja necessária solicite proteção adequada.
  • Solicite protetor de tireóide possível.
  • Em caso de dúvida ou suspeita de gravidez comunique o médico ou técnico de radiologia.
  • Profissionais devem ter o controle ocupacional e utilizar o dosímetro.

Programa Viver Bem – UNIMED Patos de Minas

Fone: (34) 3820-1676 / 3820-1688

Avenida Brasil, 845, Centro, Patos de Minas -MG

saudeintegral@unimedpatosdeminas.com.br