Petrópolis conta com novo serviço de Medicina Nuclear

Clínica de Medicina Nuclear Villela Pedras é referência para realização de exames diagnósticos e tratamentos com radionuclídeos

Petrópolis conta com novo serviço de Medicina Nuclear

Clínica de Medicina Nuclear Villela Pedras é referência para realização de exames diagnósticos e tratamentos com radionuclídeos

5 Julho 2019

Fundada em 1954 a Clínica de Medicina Nuclear Villela Pedras, a primeira clínica da especialidade no Brasil, assumiu mais uma vez o pioneirismo e inaugurou uma moderna e aconchegante unidade na cidade de Petrópolis.  A Medicina Nuclear é uma especialidade que utiliza quantidades mínimas de radiação, através de elementos conhecidos como radiofármacos, para realizar exames diagnósticos e auxiliar alguns procedimentos cirúrgicos. Com uma dose maior é possível realização de terapias para alguns tipos de neoplasias, como, por exemplo, câncer de tireoide, próstata e tumores neuroendócrinos.

Reafirmando o compromisso com os usuários e com seus cooperados, a Unimed Petrópolis recentemente conveniou a filial Villela Pedras em nossa cidade, ampliando e facilitando o acesso dos usuários do plano a esta alta tecnologia. De acordo com o vice-presidente da cooperativa, Cesar Augusto de S. Thiago, a nova parceria trará mais conforto e segurança aos usuários para definição de diagnósticos nas áreas da Cardiologia, Neurologia, Oncologia, Urologia, Endocrinologia, entre outras diversas especialidades, além do novo leque de tratamentos para determinadas patologias.

 “A Villela Pedras é uma clínica com nome consolidado e pioneira na área de medicina nuclear. Nossos clientes receberão o que há de melhor desde o diagnóstico até o tratamento. O principal diferencial da Medicina Nuclear está na avaliação da função dos diversos órgãos. Mas ainda há outras vantagens: os procedimentos além de não serem invasivos, são muito seguros”, avalia Cesar Augusto de S. Thiago.

Segundo o responsável técnico da filial de Petrópolis da Villela Pedras, o médico nuclear, Marcos Villela Pedras Polonia, a cintilografia é uma importante ferramenta diagnóstica para os médicos especialistas, uma vez que é realizada a avaliação da função e do metabolismo nos diferentes órgãos com uma pequena quantidade de radiação.

“Apenas o suficiente para fornecer a informação diagnóstica necessária. E os benefícios são enormes. Realizamos os exames com segurança tanto em adultos e como em crianças. O grande diferencial é de não utilizar contraste iodado e, sim, radiofármacos. Não provoca alergias ou efeito colateral. São métodos seguros, inclusive em pacientes com alergia a iodo”, explica Marcos Villela Pedras Polonia.

De acordo com o médico nuclear Francisco Laia Franco, além da cintilografia, outro importante método utilizado em Medicina Nuclear é a tomografia por emissão de pósitrons conhecido como PET/CT.

“Ambas as técnicas têm diversas aplicações diagnósticas, em várias áreas da Medicina, a exemplo da avaliação funcional de órgãos como a tireoide, as glândulas paratireoides, os rins e os pulmões; mapeamento da irrigação sanguínea e de doenças degenerativas do parênquima cerebral; isquemia miocárdica; determinação da presença de refluxo gastroesofágico; diagnóstico de tumores malignos e detecção de metástases regionais e/ou distantes; controle da resposta de tumores malignos a tratamentos quimio e radioterápicos; entre outras”, informa Francisco Laia Franco.

Marcos Villela Pedras Polonia informa ainda, que uma grande vantagem será oferecida pela clínica: o translado de pacientes de Petrópolis ao Rio de Janeiro para a realização de exames mais complexos, como PET/CT, Octreoscan e algumas terapias na matriz localizada no centro da cidade do Rio de Janeiro.

“Temos um único equipamento que está localizado apenas no Rio de Janeiro e por conta disso, nos comprometemos em oferecer o translado de ida e volta dos nossos pacientes para realizar estes exames com todo conforto e segurança.”, disse.

Reforçou dizendo: “a inauguração desta unidade em Petrópolis é um sonho antigo do meu avô e fundador da nossa clínica. Meu avô sempre foi apaixonado por Petrópolis e, finalmente, um sonho que conseguimos concretizar. A responsabilidade de oferecer um atendimento humanizado e acolhedor aumenta ainda mais.“