Voltar

Combatendo o sedentarismo

Combatendo o sedentarismo

Combatendo o sedentarismo

Em 10 de março celebrou-se o Dia Nacional do Combate ao Sedentarismo, que é definido como a falta, ausência e/ou diminuição de atividades físicas ou exercícios físicos. Atualmente considera-se como uma doença do secúlo, diretamente associada às facilidades que a vida moderna proporciona, porém facilidades que acabam reforçando hábitos menos saudáveis.

A ausência de movimentos pode provocar processos de regressão funcional, perda de flexibilidade articular, além de ser a principal causa do aumento da ocorrência de várias comorbidades como a hipertensão arterial, o diabetes, a obesidade, o aumento do colesterol, entre outras.

Para sair dessa zona tão perigosa o indivíduo apenas precisa adquirir hábios de vida mais saudáveis e descobrir um exercício físico que lhe proporcione prazer. Existem diversas indicações para que a pessoa comece a se exercitar, entre elas estão as caminhadas, a natação, as danças, enfim, o importante é a pessoa gostar do que está fazendo ou aprender a gostar.

Mas cuidado, para iniciar uma atividade segura é fundamental realizar uma consulta médica e procurar informações com um educador físico que passará as coordenadas quanto à forma correta de execução dos movimentos.