Voltar

Sipat 2021: um sucesso

Sipat 2021: um sucesso

Evento teve uma média de 300 participantes por palestra, que levou informações e dicas para melhorar a qualidade de vida e reforçar a segurança dentro e fora do trabalho

Sipat 2021: um sucesso

Evento teve uma média de 300 participantes por palestra, que levou informações e dicas para melhorar a qualidade de vida e reforçar a segurança dentro e fora do trabalho

12 Novembro 2021

A cada ano, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes (SIPAT) da Unimed Poços inova na sua programação. Este ano, o evento, realizado de 8 a 12 de novembro, novamente online devido à pandemia, teve como temas a Saúde no Trabalho, Prevenção de Acidentes e Inteligência Emocional. Na primeira palestra, a médica Juliana Cunha Rocha, coordenadora do SOU (Saúde Ocupacional Unimed), falou sobre importância da adoção de uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos para melhorar a qualidade de vida, e deu várias dicas, e a segunda, conduzida por Davi Bonaldo, técnico de Enfermagem e Cipeiro, destacou o que se pode fazer para prevenir acidentes dentro e fora do trabalho. Laiane Thimóteo da Silva, técnica de Segurança do Trabalho, falou sobre os indicadores de acidente de trabalho da Cooperativa, prevenção de acidente de trajeto e segurança nos meios de locomoção, e João Gabriel Moreira Salles, também técnico de Segurança do Trabalho, apresentou a Brigada de incêndio e divulgou o procedimento. A última palestra, ministrada pelos psicólogos da Unimed Poços, Larissa Brunório, Danilo de Carvalho e Nara Gouvea, focou a Inteligência Emocional, ressaltando estratégias para blindagem emocional, importância da saúde mental e de se reconhecer quando é hora de pedir ajuda profissional. Todos os palestrantes citaram o cuidado com ansiedade, o mal do século, agravada nestes tempos de pandemia.

Os dois últimos dias da SIPAT foram dedicados à distribuição de uma pulseira grafada com as palavras Gentileza, Generosidade e Gratidão, muito destacadas nas três palestras. “Uma brincadeira para estimular a inteligência emocional”, explicou João Gabriel. “O objetivo é usar a pulseira por 21 dias, no braço direito. Se, durante este período, passarem por algum conflito e, mesmo relendo as palavras, a pessoa não conseguir se acalmar, deve mudá-la para o braço esquerdo. Após três mudanças ou rompimento da pulseira, o nível de estresse deve estar alto e ela deve buscar ajuda com psicólogo, serviço oferecido pela Unimed Poços”.

Com esta programação preparada com carinho pelos times da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e do SESMT (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), a SIPAT foi um sucesso, com uma excelente participação – cerca de 300 pessoas por palestra, sendo que a segunda teve 380 participantes – comprovando o comprometimento dos colaboradores da Unimed Poços com a sua segurança.

Fotos: Entrega das pulseiras com grafada com as palavras Gentileza, Generosidade e Gratidão, muito destacadas nas três palestras


Ana Maria Vieira Luisi

Fonte: Unimed Poços