Voltar

Mantido incentivo a projetos sociais

Mantido incentivo a projetos sociais

Este ano, a Cooperativa apoia oito projetos por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e ao Esporte

Mantido incentivo a projetos sociais

Este ano, a Cooperativa apoia oito projetos por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e ao Esporte

24 Agosto 2020

A pandemia afetou diretamente os projetos sociais desenvolvidos em Poços de Caldas por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Dos oito projetos apoiados pela Unimed Poços, apenas três estão conseguindo manter as atividades de forma virtual, todos da área esportiva; os demais estão temporariamente total ou parcialmente parados. Mas a Cooperativa mantém os pagamentos mensais, conforme acordado com as Secretarias de Esportes e Lazer e de Cultura.

Segundo Carlos Alberto Silva (Lelo), da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, os empreendedores dos projetos esportivos foram incentivados a desenvolver atividades online, para que a pandemia não pare totalmente o trabalho e não interfira na programação financeira, e as empresas apoiadoras, a manter os depósitos mensais. “Os empreendedores devem fazer a prestação de contas e elaborar o relatório das atividades desenvolvidas mensalmente”, explica Lelo. “No final do ano, os recursos que não forem utilizados deverão ser creditados na conta da prefeitura, tendo em vista que eles são oriundos de renúncia fiscal”.

Os empreendedores dos projetos culturais também foram incentivados a realizar atividades virtuais e devem prestar contas mensalmente. “Ainda está em estudo se as atividades que não puderam ser realizadas online poderão ser prorrogadas para 2021, após a pandemia”.

Projetos apoiados pela Unimed Poços

Este ano, a Unimed Poços apoia oito projetos por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e ao Esporte. Na área cultural são apoiados o Música e Criança Feliz – Um Projeto de Vida - e Bateu Tremeu: na Batida Cultural do Criança Feliz, que, juntos, atendem diretamente 300 crianças e adolescentes da Associação Criança Feliz; na área esportiva, são apoiados seis projetos: Vôlei: Gerando o Futuro, direcionado a crianças e adolescentes de 11 a 14 anos; Vôlei: Fábrica de Talentos, para adolescentes de 14 a 17 anos; Brincar Jogando, para crianças e adolescentes de  a 18 anos, moradores do Marco Divisório; Bola para vencer, que atende cerca de 100 crianças e adolescentes; Volare, de Ginástica Rítmica Desportiva, direcionada a meninas de 4 a 18 anos, e Desafiando Limites no Paradesportivo.


Ana Luisi

Fonte: Unimed Poços