Voltar

Equipamentos e segurança

Equipamentos e segurança

Saiba como escolher berço, banheira, cadeirão e demais itens de uso diário levando em consideração a segurança do bebê

Equipamentos e segurança

8 Setembro 2017
O momento que antecede a compra dos acessórios que o bebê irá utilizar é rodeado de expectativas e também de preocupações. O cuidado é necessário porque exige atenção em relação à qualidade e normas de uso específicas para cada item. Saiba o que considerar no momento de escolher os equipamentos essenciais para o seu bebê. 

 

 
 
 
O local onde o recém-nascido passará grande parte do tempo deve ser bastante seguro. Opte por um modelo certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), pois você estará mais segura de que ele seguirá importantes recomendações de segurança. No momento da instalação, jamais o coloque próximo da janela ou do trocador. Lembre-se de colocar o bebê para dormir de barriga para cima e com os pés bem próximos da base do berço. Não coloque brinquedos, bichos de pelúcia, fraldas ou mantas pesadas que possam provocar sufocamento.
 
 
A banheira deve ser de plástico, sem bordas ásperas, fácil de limpar e esvaziar. Ao utilizá-la, não deixe que o nível de água ultrapasse 15 cm. Há modelos que já incluem o trocador. Nesse caso, observe se a altura do móvel estará confortável para quem for realizar as trocas de fralda do bebê. Lembre-se também de jamais deixar o bebê sozinho no trocador.
 
 
O carrinho de passeio deve ser de material resistente, acolchoado, lavável, com sistema de freios e quatro posições de inclinação. O cinto de segurança deve ser, preferencialmente, de quatro pontos; já a capota, deve ser de cor escura para proteger o bebê da luz. 
 
 
Criado para o momento das refeições, o cadeirão, como é conhecido, deve ser utilizado somente por crianças de até 15 kg e sempre sob a supervisão de um adulto. Lembre-se de observar se há algum dispositivo de retenção, ou seja, que impeça que a criança escorregue para frente ou fora do assento. Um cinto de segurança também deve fazer parte desse dispositivo. 
 
 
Pode ser utilizado do nascimento até os 13 kg ou conforme o limite indicado pelo fabricante (cerca de 1 ano). Instale-o, preferencialmente, no meio do banco traseiro e de costas para o painel. As tiras do bebê conforto devem ser ajustadas ao corpo da criança com folga de um dedo. Prenda o equipamento ao cinto de três pontos do carro, seguindo o manual de instrução do fabricante. 
 
 
Indicada para crianças de 9 a 18 kg (entre 1 e 4 anos de idade), a cadeirinha deve ser instalada no banco traseiro e de frente para o painel. As tiras do cinto da cadeirinha deverão passar pelo ombro e se ajustar ao corpo da criança. Após prender o equipamento, utilize um clipe de segurança para travar o cinto do automóvel. 
 
 
É indicado para crianças de 15 a 36 kg (entre 4 e 10 anos) e deve ficar preso pelo cinto de três pontos do automóvel. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) indica o seu uso até os 7 anos e meio. No entanto, como nessa idade algumas crianças não têm altura suficiente para usar o cinto de segurança – podendo ficar com ele no pescoço ou na barriga, o que não é recomendável – a ONG Criança Segura sugere mantê-la no assento até que se verifique que o cinto passa pela porção média do ombro, no centro do peito e no quadril. 
 
 
De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), apesar de o andador proporcionar independência, ele não é um equipamento seguro para as crianças. Além de ter risco grave de queda, ele pode atrasar o desenvolvimento motor da criança, podendo fazer com que ela engatinhe menos, ou leve mais tempo para andar e para ficar em pé sem apoio.
 
 

Texto: Jailde Barreto / Design: Ana Carla Bortoloni e Carolina Moura

Fonte: Fonte: Hospital Albert Einstein/ Ong Criança Segura/ Sociedade Brasileira de Pediatria e Immetro.

Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico-científico do Portal Unimed.


Média (5 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.