Voltar

Unimed Ponta Grossa fecha mês da segurança do paciente com live

Unimed Ponta Grossa fecha mês da segurança do paciente com live

Profissionais debateram a importância da segurança do paciente nas instituições de saúde durante a pandemia.

Unimed Ponta Grossa fecha mês da segurança do paciente com live

Profissionais debateram a importância da segurança do paciente nas instituições de saúde durante a pandemia.

5 Maio 2021

 

Na última sexta (30), as áreas de Provimento em Saúde e Núcleo de Segurança do Paciente do Hospital Geral Unimed (HGU) promoveram um encontro online sobre a segurança do paciente nas instituições de saúde durante a pandemia da Covid-19.

A iniciativa fez parte de várias ações promovidas pelo hospital em abril, mês em que se comemora o Dia Nacional da Segurança do Paciente, em 01/04.

Segundo a enfermeira Susana Roth, da área de Provimento em Saúde do HGU, durante a pandemia algumas práticas precisaram ser ainda mais fortalecidas devido ao foco intenso na Covid. “As instituições passaram por momentos muito difíceis, equipes com muito desgaste físico e mental.  E a intenção desse evento online foi realmente mostrar que, mesmo diante da pandemia e das dificuldades encontradas, precisamos fortalecer e manter as práticas de segurança com os pacientes a fim de garantir a segurança dele e da própria instituição”.

As convidadas da live foram profissionais do sistema público e privado, que abordaram as práticas já existentes relacionadas à segurança e como está sendo a experiência nessa esfera durante a pandemia.

Para Luciane Zanetti, enfermeira gerente assistencial do HGU, o maior aprendizado durante todo esse período de pandemia foi a importância de ter um plano de contingência estruturado. “Construímos um plano de contingência em março de 2020 que foi, e ainda é, constantemente revisado e atualizado. Acompanhávamos e desenhávamos cenários e os planos de ação com logística e todas as áreas para ter tudo previsto e, na hora que chegassem as situações, nós sabíamos os caminhos a seguir”.

Segundo ela, o norte de todas as decisões foi organizado em três aspectos: equipe e pessoas, equipamentos e insumos, e processos. “Nossa base foi: como vamos garantir a segurança nesses três pilares? O protagonismo do cuidado nas mãos de uma equipe multidisciplinar foi o maior enriquecimento que tivemos. Só conseguimos ter melhores resultados com a atuação de uma grande variedade de profissionais da saúde e com protocolos baseados em evidências científicas”.

O trabalho em equipe também foi destacado pela Nelizi de Paula Aires, do Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HURCG). De acordo com ela, a soma de esforços contribuiu não só para o tratamento aos pacientes, mas para a mudança de olhar da comunidade para os profissionais e instituições de saúde.

“Trabalhamos com comitês, protocolos baseados cientificamente em evidências para nossa nova realidade. O paciente Covid tem um perfil que exige muito da equipe, então nós trabalhamos também a sensibilidade das equipes e a confiança mútua. E equipe multiprofissional se fortaleceu ainda mais. O protagonismo é de todos para um bem comum”, ressaltou.

Com relação ao futuro, a especialista em segurança do paciente, Juliane Pais Vieira, acredita que a vivência da pandemia contribuiu para elevar o patamar de cuidado entre instituições e profissionais. “O maior desafio daqui pra frente será manter o engajamento, união da equipe, a interação. Tendo o paciente, o colaborador como protagonistas desse processo, o ganho continuará sendo muito positivo”.

 

Mês da Segurança do Paciente no HGU

Além desse bate-papo online, os colaboradores do HGU também participaram de ações educativas, reforço sobre as seis metas internacionais de segurança do paciente e também sorteio de brindes.

A live está disponível na página oficial da Unimed Ponta Grossa no Facebook. Você pode assisti-la clicando aqui.


Liziana Freitas

Fonte: Unimed Ponta Grossa/Hospital Geral Unimed