A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é o órgão regulador e fiscalizador repsonsável por autorizar as operadoras de plano de saúde, anualmente, a reajustar as mensalidades dos planos individuais e/ou familiares (pessoa física).

Em 2013, a ANS alterou o formato de reajuste dos planos coletivos empresariais (pessoa jurídica), criando o pool de riscos, por meio da Resolução Normativa (RN) 309.

O pool de riscos se aplica aos contratos de planos coletivos com até 29 beneficiários, que terão o mesmo índice de reajuste, claculado com base no agrupamento com todos os contratos de cada operadora de plano de saúde.

O percentual de reajuste é definido previamente, considerando a sinistralidade (relação despesa/receita) do ano anterior e aplicado na data base de cada contrato (aniversário de contrato), entre os meses de amio e abril do ano seguinte.

Para os contratos a partir de 30 beneficiários, o percentual de reajuste será acordado mediante livre negociação entre as partes.

Ambos os reajustes, independente do número de beneficiários, serão aplicados a cada 12 meses e, posteriormente, comunicados à ANS.

Confira os percentuais de reajuste e também as empresas que se enquadram na modalidade de reajuste definida pelo pool de riscos.

Caso você tenha qualquer dúvida ou queira algum esclarecimento, entre em contato conosco pelo 0800 41 4554 ou 0800 642 2009 (para deficientes auditivos), ou presencialmente no nosso SAC, na Rua General Carneiro, 873.

 

(Fonte: Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS)