Voltar

Unimed RSG realiza campanha de sensibilização ao Dia Mundial da Saúde Mental

Unimed RSG realiza campanha de sensibilização ao Dia Mundial da Saúde Mental

Unimed RSG realiza campanha de sensibilização ao Dia Mundial da Saúde Mental

14 Outubro 2019

Com o intuito de instigar a população a refletir sobre a saúde mental, a cooperativa promoveu ação sobre a prevenção do suicídio, tema do Dia Mundial da Saúde Mental em 2019, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e campanha Setembro Amarelo.

Levando em consideração que o suicídio geralmente está associado a fatores como ansiedade e/ou depressão podendo afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais e idades. De acordo com a OMS a depressão situa-se em 4º lugar entre as principais causas de ônus, respondendo por 4,4% de todas as doenças durante a vida. Já em casos de ansiedade a OMS afirma que o Brasil sofre uma epidemia, cerca 9,3% da população o equivalente a 18,6 milhões de brasileiros convivem com o transtorno.

Acreditamos que saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo a você pode ser o primeiro e mais importante passo, sendo assim, o setor Viver Bem da Unimed Regional Sul Goiás em parceria com a Farmácia Artesanal promoveu no dia 29 de setembro, no auditório Unimed a palestra “Ansiedade e Depressão: Como identificar e lidar” ministrada pela médica Dra Andressa Borges.

A palestra foi gratuita e aberta à população do município de Itumbiara e região, reuniu cerca de 60 pessoas, entre eles os alunos de enfermagem da Faculdade Santa Rita de Cássia, profissionais da área da saúde, colaboradores Unimed e população. O público presente participou de uma dinâmica do estresse que consistia em encher um balão até o limite, com o objetivo de demonstrar que não há necessidade de permitir tanta sobrecarga de ansiedade ou irritações no dia a dia.

A aluna do 8º período de enfermagem Sara Martins afirma:

“Foi muito gratificante a palestra que a Dra Andressa realizou, por que sou agente de saúde do município de Araporã, e sempre estou acompanhando alguns pacientes. Quando ela mencionou sobre os medicamentos e a importância da continuidade do tratamento percebi que alguns pacientes acompanhados por mim deixam de fazer o uso após dois a três meses, considerando que estão “curados”. Desta forma compreendi quanto e importante participar de palestras como essa pois aprendo para repassar orientações aos pacientes. Mesmo que a pessoa não tenha depressão ou transtornos de ansiedade, e interessante a questão da conversa, pois como a palestrante citou, existem inúmeras fontes de suporte, e nós da área da saúde somos um dos pilares, pois casos como ansiedade e depressão nós da área da saúde sempre estamos envolvidos.”

O Dia Mundial da Saúde Mental é uma data que visa alertar a todos sobre a necessidade de unir forças que contribua com a saúde mental e aumente a conscientização sobre a valorização da vida, assim compreendemos o papel que cada um de nós pode desempenhar para ajudar as pessoas ao nosso seu redor.