Voltar

Lista de enxoval do bebê para a maternidade: itens essenciais para não esquecer

Lista de enxoval do bebê para a maternidade: itens essenciais para não esquecer

Está fazendo sua lista do enxoval do bebê para a maternidade? Esse artigo traz os itens mais essenciais para você não esquecer nada em casa nesse momento tão importante!

Lista de enxoval do bebê para a maternidade: itens essenciais para não esquecer

5 Outubro 2015

 

A lista de enxoval do bebê para a maternidade pode ser motivo de muita ansiedade e dúvidas para a futura mamãe, especialmente se for sua primeira gestação. 

 

É, com certeza, a fase em que os pais mais aguardam, pois, significa que o nascimento do seu bebê está próximo. 

 

Durante a gestação, é comum que família e amigos deem muitas roupas, mantas e sapatinhos de presente. São muitas roupinhas lindas, que deixam qualquer adulto apaixonado. 

 

Mas o enxoval que vai para a maternidade deve ser absolutamente confortável, pois o recém-nascido precisa de uns dias para se adaptar ao seu novo ambiente. 

 

Alguns itens são fundamentais para garantir que os seus dias na maternidade passem com toda a tranquilidade que você merece. 

 

Para facilitar a organização, separamos quais itens são essenciais e a quantidade necessária para o enxoval que vai à maternidade.

 

Neste artigo, você vai saber: 

 
  • Lista enxoval do bebê maternidade: itens que não podem faltar
  • Como escolher o enxoval do bebê para a maternidade
  • Preparando o enxoval do bebê para a maternidade
 

Boa leitura!

Lista de enxoval do bebê para a maternidade: itens que não podem faltar

A lista de enxoval do bebê para a maternidade deve ter itens confortáveis e livres de qualquer substância que possa provocar alergias

 

O dia tão esperado para conhecer o rostinho do seu bebê está se aproximando? 

 

Principalmente para as mães de primeira viagem, muitas dúvidas surgem sobre os momentos que antecedem o parto. Entre elas, o que é preciso levar para a maternidade. 

 

Para auxiliar, preparamos uma lista com itens essenciais para o bebê, para a mãe e artigos que o parceiro poderá precisar durante o período na maternidade.

 

DICA! Organize o enxoval com pelo menos um mês de antecedência em relação à data provável do parto, para evitar que algum item seja esquecido caso o bebê nasça antes do previsto. 

 

Lembre-se de conferir com a sua maternidade quais itens são sugeridos por eles, pois as peças ou quantidades podem variar de um local para o outro.

 

Agora, confira os itens que devem estar presentes na sua mala de maternidade!

— Para a mamãe

Veja abaixo alguns itens essenciais para levar, que podem auxiliar tanto no parto quanto após o nascimento. 

 

Lembre-se, porém, que você pode levar outros produtos, de acordo com a sua rotina em casa. Tudo que for lhe deixar segura e feliz será bem-vindo. 

 

No entanto, considere que você estará mais frágil e em processo de recuperação. Então, dê preferência para roupas, sapatos e produtos de higiene que sejam realmente confortáveis e de fácil uso.

 
  • Elástico de cabelo, para utilizar durante o parto
  • Camisolas ou pijamas confortáveis, com abertura na frente para facilitar a amamentação
  • Penhoar (roupão), se estiver mais frio
  • Sutiãs de algodão próprios para amamentação
  • Calcinhas confortáveis e apropriadas para uso com absorventes
  • Chinelos fáceis de calçar e firmes (cuidado para não escorregar)
  • Conchas ou protetores de seios, para reter o leite
  • Produtos e objetos de higiene pessoal (evite perfumes)
  • Roupa confortável para sua saída do hospital

— Para o bebê

Para o bebê, é preciso escolher roupas confortáveis, que facilitem a troca e evitem problemas de alergia de pele.

 

O recém-nascido está em fase de adaptação ao seu novo mundo, longe do escuro e seguro útero de sua mãe. Assim, o corpo precisa aprender como deve responder aos novos estímulos, incluindo o frio.

 

Apesar da temperatura do corpo do recém-nascido ser igual à de um adulto, no bebê, a produção de calor ainda não é tão eficaz. Ou seja: o recém-nascido tem mais dificuldades para se aquecer.

 

Por isso, independente da estação, evite roupinhas curtas nestes primeiros dias de vida. 

 

Agora, confira a lista e a sugestão de quantidades para cada peça. Essas informações podem servir como base, mas você deve solicitar uma orientação na maternidade de sua escolha:

 
  • 6 macacões de plush, linha ou lã (considere a estação do ano)
  • 6 conjuntos de camisetas pagão ou body (camisetas abotoadas sobre a fralda, entre as pernas do bebê)
  • 6 calças de malha, com ou sem pezinho (para o inverno, considere as com pezinho)
  • 2 mantas de linha ou lã (considere a estação)
  • 6 viras de manta, para colocar nas bordas das mantas (evitando atrito direto da lã com a pele do bebê)
  • 6 pares de meias de algodão
  • 4 pares de sapatinhos de lã ou linha (considere a estação)
  • 6 casaquinhos de linha ou lã (considere a estação do ano)
  • 1 touquinha de lã, linha ou malha, para sair da maternidade
  • 6 fraldas de pano para utilizar durante e após as mamadas
  • 2 pacotes de fraldas tamanho RN ou P
 

As quantidades acima sugeridas consideram que você ficará 3 dias na maternidade com o seu bebê. Caso a previsão seja alguns dias a mais, acrescente o que for necessário, considerando 2 trocas por dia. 

— Para seu parceiro

O seu parceiro (ou a pessoa que lhe acompanhará na maternidade), além dos seus produtos de higiene e mudas de roupas para ficar com você e com o bebê, também é responsável por alguns itens fundamentais:

 

  • Caneta
  • Câmera fotográfica ou filmadora
  • Lista de contatos para serem avisados no nascimento
  • Documentos
  • Lembrancinhas
 

É ele que, para apoiar, vai fazer as primeiras fotos do bebê, avisar aos amigos e familiares, resolver todas as questões burocráticas para a internação e alta, e registrar o nascimento do bebê em cartório.

 

 

Como escolher os itens da lista de enxoval do bebê para a maternidade

Montar o enxoval do bebê é, provavelmente, uma das maiores delícias que uma gestação proporciona. Ganhar roupinhas de presente, lavar, passar e organizar essas peças tão fofas no armário é um ritual que as mamães costumam adorar.

 

Apesar de muitas roupinhas serem lindas e cheias de detalhes, na maternidade, o conforto e a segurança do bebê devem falar mais alto. 

 

Escolher as roupas ideais para seu bebê pode não ser tarefa fácil. Por isso, vamos ajudar com algumas orientações simples. Confira:

— Considere a época do ano

A previsão é que o seu bebê nasça em que estação? Inverno? Então, pode colocar na mala aqueles casaquinhos de lã tricotados pela avó. Luvas, toucas e meias de lã também vão ser indispensáveis. 

 

Se for verão, lembre-se que o bebê ainda tem mais dificuldade em manter o corpo aquecido. 

 

Por isso, evite qualquer peça curtinha. Mantenha as mangas longas, mas opte por tecidos mais leves, como o algodão. 

 

Independente da temperatura prevista, uma mantinha sempre será necessário. No entanto, se for inverno, considere levar, também, uma cobertinha um pouco mais quente (cuidado, porém, para que seja feita com um tecido antialérgico). 

— Procure tecidos confortáveis e antialérgicos

O seu bebê estará se acostumando com um novo ambiente e usará roupas pela primeira vez. Então, é natural que qualquer coisa possa incomodar a sua pele sensível.

 

Opte por roupas com tecidos antialérgicos, e cuidado com costuras ou detalhes que possam pinicar, coçar ou machucar o bebê. Como já mencionamos antes, conforto é o principal para o bem-estar do bebê!

— Cuidado com zíper, alfinetes e outros detalhes que causam incômodo

Prefira as peças sem botões, zíperes, velcros e fechos metálicos, para garantir que ele fique bem confortável. 

 

Como comentado anteriormente, a pele do bebê é sensível e ele ainda está aprendendo sobre sua nova vida, fora da barriga da mamãe. 

 

Para quem veio de um ambiente tão seguro e confortável quanto o útero, é natural que estranhe e faça cara feia para velcros, botões ou zíperes, certo? 

 

Evite peças com botões que fiquem em contato direto com a pele. Qualquer outro detalhe, seja funcional ou estético, deixe para as roupas maiores. Quando ele estiver mais velho, já estará mais acostumado com esse modelo de aviamento. 

 

O recém-nascido só precisa estar confortável com o tecido, para evitar estranhamento ou até mesmo alergias.

— Verifique as orientações da maternidade que você escolheu

Ainda que possamos dar indicações de peças e quantidades, é fundamental que você converse com o seu obstetra, o pediatra e os profissionais da maternidade escolhida para receber o seu bebê.

 

São eles quem vão poder lhe passar as orientações adequadas, de acordo com a rotina e hábitos do local. 

 

Eles, também, vão indicar qual produto de higiene você precisa ou não levar — muitas vezes, a própria maternidade oferece itens como absorventes, cotonetes, algodão, entre outros. 

Preparando sua lista de enxoval do bebê para a maternidade

Com a lista de enxoval do bebê para a maternidade em mãos, prepare tudo com muito carinho para aguardar a sua chegada

 

Agora que você já conversou com o hospital e tem a lista de enxoval do bebê para a maternidade definida, é hora de começar a preparar a sua malinha. 

 

Procure fazer essa preparação com antecedência. Assim, caso o nascimento se antecipe, você não precisará se preocupar em juntar roupinhas ou itens às pressas para ir ao hospital — e terá a garantia de não ter esquecido nada! 

 

Para arrumar os itens do enxoval para a maternidade, é preciso tomar alguns cuidados: 

— Retire Todas as Etiquetas e Elásticos das Roupas

Certamente você, adulto, já se incomodou com uma etiqueta espetando seu corpo. Certo? 

 

Imagine, agora, um bebezinho que nunca usou roupa na vida, ter que vestir um body com uma etiqueta enorme? Seu bebê não merece passar por isso! 

 

Portanto, corte fora todas as etiquetas, elásticos e outros fios ou adesivos que possam prejudicar o conforto do bebê. Se for uma roupa com uma costura muito aparente e dura, descarte do seu enxoval para evitar que a pele do bebê acabe machucada.

— Lave as roupas do bebê com sabão específico

É muito importante que você não misture as roupas do bebê com as suas, na hora de colocar na máquina de lavar. 

 

As roupas de adulto tem microorganismos que o corpo do bebê ainda não tem condições de repelir, já que seu sistema imunológico está em formação.

 

Por este mesmo motivo, é fundamental que você lave as roupas do bebê com produtos adequados para isso, como sabão de coco, que é neutro. 

 

Existem linhas de produto específicas para lavagem de roupas de recém-nascido. Escolha com cuidado e não utilize amaciantes ou produtos com perfume muito forte, pois cheiros podem desencadear processos alérgicos. 

 

OBS.: essa dica serve, também, para shampoo, hidratantes ou perfumes da mamãe, do parceiro ou de qualquer outro visitante que fique próximo do bebê, ok?

 

Outra etapa fundamental na hora de preparar as roupas da lista de enxoval do bebê para a maternidade é passar a ferro. Isso mesmo!

 

Ainda que você não tenha o hábito de passar suas roupas, as do bebê precisam ser passadas. Isso porque a alta temperatura do vapor ajuda a eliminar germes e bactérias.

Conclusão

A lista de enxoval do bebê para a maternidade deve considerar, pelo menos, 2 trocas por dia

 

Como vimos, a lista de enxoval do bebê para a maternidade deve conter roupas que prezam pelo conforto — tanto para o bebê, quanto para a mamãe.

 

Os primeiros dias pós-parto são de adaptação do recém-nascido ao novo ambiente, e de recuperação da mamãe. Por isso, evitar detalhes, fechos e botões que possam atrapalhar os movimentos ou irritar a pele é fundamental.

 

Antes de preparar a sua mala com o enxoval para a maternidade, peça orientação no hospital escolhido. Eles vão passar a lista com os itens e quantidades necessários para você, de acordo com os dias previstos de internação. 

 

Não esqueça de lavar as roupinhas do bebê com sabão neutro, e sempre passar a ferro cada peça, eliminando a possibilidade de germes e bactérias. Esse processo vai ajudar, também, a prevenir irritações e alergias de pele.

 

Para que você possa se preparar ainda melhor para a chegada do seu bebê, separamos, abaixo, outros artigos. Esperamos que goste!

 
Se ficou alguma dúvida ou considera que deixamos de fora da lista algum item importante, deixe um comentário!

 

Rafaela Fusieger / Designer: Ana Carla Bortoloni

Fonte: Filhos – da gravidez aos 2 anos de idade, da Sociedade Brasileira de Pediatria (2009)

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (6 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em