Voltar

Unimed Sul Capixaba conquista primeiro lugar do Estado no Programa de Qualificação das Operadoras 2017

Unimed Sul Capixaba conquista primeiro lugar do Estado no Programa de Qualificação das Operadoras 2017

Unimed Sul Capixaba conquista primeiro lugar do Estado no Programa de Qualificação das Operadoras 2017

20 Outubro 2017

 

A Unimed Sul Capixaba conquistou o primeiro lugar, dentre as operadoras de plano de saúde do Espírito Santo, no Programa de Qualificação das Operadoras 2017 (Ano-base 2016), da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

 

A cooperativa obteve 0,9115 pontos no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), que, de zero a um, avalia o desempenho global das organizações. O IDSS é calculado a partir de indicadores distribuídos em quatro dimensões: Qualidade em Atenção à Saúde, Garantia de Acesso, Sustentabilidade no Mercado e Gestão de Processos e Regulação.

 

Este foi o melhor resultado já alcançado pela Unimed Sul Capixaba na análise, ficando ainda acima do IDSS médio do setor de saúde, que foi de 0,80. Considerando o ranking das 30 melhores qualificadas no Programa de Qualificação das Operadoras 2017, a cooperativa obteve a 19ª colocação, ficando, ainda, em segundo lugar entre as Unimeds de médio porte.

 

O processamento dos resultados do IDSS 2017 iniciou em maio, após a consolidação de todas as informações referentes ao ano-base 2016 nos sistemas da ANS. O índice foi apurado para 1.057 operadoras de planos de saúde, sendo 768 operadoras da segmentação médico-hospitalar e 289 operadoras exclusivamente odontológicas.

 

Segundo a diretora de Provimentos de Saúde da Unimed Sul Capixaba, Fabíola de Freitas Moraes, cada uma das dimensões do IDSS possui o mesmo peso, de 25%. A Qualidade em Atenção à Saúde avalia as iniciativas da operadora para o atendimento das necessidades de saúde dos beneficiários, como ações de promoção, prevenção e assistência à saúde prestada.

 

As dimensões Garantia de Acesso e Sustentabilidade no Mercado observam, respectivamente, as condições relacionadas à rede assistencial e a oferta da rede de consultórios, hospitais, ambulatórios e outros, e o equilíbrio econômico-financeiro, a satisfação do beneficiário e os compromissos da operadora com os prestadores. Por fim, a dimensão Gestão de Processos e Regulação analisa o cumprimento das obrigações técnicas e cadastrais das operadoras junto à ANS.

 

“O Programa de Qualificação das Operadoras estimula a qualidade do setor e a busca pela excelência por parte das operadoras. Desde que iniciou a sua participação no programa, em 2008, a Unimed Sul Capixaba tem trabalhado para este aprimoramento em todas as suas áreas e envolvendo intensamente as suas equipes. O resultado é reconhecido pelo histórico crescente do IDSS da operadora, que resultou na maior nota alcançada no ano-base de 2016”, destaca a diretora Fabíola de Freitas Moraes.

 

Sobre o IDSS 

Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), que varia de zero a um, tem o objetivo de aferir o desempenho global das empresas, sendo calculado a partir de indicadores definidos pela ANS, distribuídos em quatro dimensões: Qualidade em Atenção à Saúde, Garantia de Acesso, Sustentabilidade no Mercado e Gestão de Processos e Regulação. 

Até a reestruturação da norma, esses indicadores eram agregados em quatro (04) dimensões, com pesos diferentes na formação do IDSS: 40% para a dimensão Atenção à Saúde; 20% para a dimensão Econômico-financeira; 20% para a dimensão Estrutura e Operação; e 20% para a dimensão Satisfação do Beneficiário.

Com a remodelagem realizada pela ANS, com a publicação da Resolução Normativa nº 386, de 9 de outubro de 2015, e pela Instrução Normativa nº 60, de 9 de outubro de 2015, a partir do ano-base de 2015 (processado e divulgado em 2016),  o IDSS continua com 4 (quatro) dimensões, mas apresentando uma nova composição, mais integrada e com o mesmo peso cada uma (25% para cada dimensão avaliada). Veja abaixo quais são elas:

  • Qualidade em atenção à saúde:avaliação do conjunto de ações em saúde que contribuem para o atendimento das necessidades de saúde dos beneficiários, com ênfase nas ações de promoção, prevenção e assistência à saúde prestada;
  • Garantia de acesso: condições relacionadas à rede assistencial que possibilitam a garantia de acesso, abrangendo a oferta de rede de prestadores;
  • Sustentabilidade no mercado: monitoramento da sustentabilidade da operadora, considerando seu equilíbrio econômico-financeiro, passando pela satisfação do beneficiário e compromissos com prestadores;
  • Gestão de processos e regulação: Entre outros indicadores, essa dimensão afere o cumprimento das obrigações técnicas e cadastrais das operadoras junto à ANS

O objetivo da revisão foi promover a melhoria contínua do programa, de acordo com as novas regras e práticas do setor suplementar de saúde, propondo conceitos alinhados aos novos eixos direcionais da Agência à Agenda Regulatória mais recente e à literatura de Qualidade em Saúde. 

O Programa de Qualificação de Operadoras faz parte de um conjunto de iniciativas que tem como base a avaliação e o estímulo à qualidade do setor, buscando a integração deste a outros programas de qualidade da agência, tais como o Programa de Acreditação de Operadoras e Programa de Qualificação de Prestadores de Serviços de Saúde (Qualiss). 

Segundo a ANS, para o ano-base 2016, o IDSS médio do setor foi de 0,80, um crescimento de aproximadamente 37% em relação ao IDSS médio do setor do ano-base 2010, que foi de 0,58, o que demonstra uma evolução positiva do desempenho do setor ao longo dos anos. 

O programa está em aprimoramento contínuo desde a sua primeira divulgação, há 12 anos, e tem como objetivo aumentar a transparência do setor e permitir as melhores escolhas por parte dos consumidores de planos de saúde.  

Além disso, estão disponíveis no portal da ANS diversos relatórios consolidados, incluindo o histórico dos resultados do IDSS por operadora desde o ano-base 2008.

As operadoras terão o prazo de 15 dias, de 11/10 a 26/10, para apresentar recurso à ANS, por escrito, caso discordem dos resultados finais do IDSS 2017 (ano-base 2016).

 

Resultado da UNIMED SUL CAPIXABA (IDSS Ano-Base 2016): 

Informamos que houve um aumento na nota da Unimed Sul Capixaba (preliminar = 0,8940) para o resultado final divulgado pela agência. Veja abaixo:

 

Confira as notas por Dimensão:

 

Histórico do IDSS - UNIMED SUL CAPIXABA:

Todas as informações referentes ao resultado do IDSS da Unimed Sul Capixaba estão no site da ANS. A consulta é aberta ao público. Para conferir, acesse:

http://www.ans.gov.br/planos-de-saude-e-operadoras/informacoes-e-avaliacoes-de-operadoras/qualificacao-ans