Voltar

Unimed é um dos 100 centros de pesquisa da COVID-19.

Unimed é um dos 100 centros de pesquisa da COVID-19.

Unimed é um dos 100 centros de pesquisa da COVID-19.

A nossa cooperativa participa do grupo de estudo Coalizão Covid Brasil – Projeto V, que avalia o impacto do uso da hidroxicloroquina versus placebo em paciente com Covid-19 que apresentem sintomas leves da doença. A hipótese é de que a hidroxicloroquina tenha impacto sobre a replicação do vírus e impeça o agravamento do quadro, reduzindo a necessidade de hospitalizações. O estudo começou a recrutar os pacientes atendidos com Covid-19, no ambulatório de Síndrome Gripal da Unimed, no mês de abril e deve durar até agosto. 

O objetivo é definir se realmente a hidroxicloroquina melhora os desfechos dos pacientes com Covid-19. Isto é uma resposta que a ciência ainda não tem, são muitas discussões, mas ainda não há estudos que comprovem ou afaste esta hipótese, sendo a pesquisa clínica essencial para trazer as respostas que a ciência precisa.  

Vale ressaltar que, este estudo é multicêntrico, ou seja, envolve 100 centros de pesquisa do país, sendo o da Unimed Sul Capixaba um deles. O convite para que integrar o grupo veio do Centro Principal do estudo, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo.  

“Foi feito contato com nosso centro de pesquisa e como preenchíamos os pré-requisitos para participar, alguns médicos cooperados foram selecionados para serem pesquisadores deste estudo, uma satisfação para a nossa cooperativa”, comenta o coordenador da Unimed Oncologia e pesquisador do Centro de Estudos, Raphael Luzorio Fernandes. 

Desde a chegada da Covid-19 no Brasil, grandes hospitais como Albert Albert Einstein, Sírio Libanês e Oswaldo Cruz se uniram para formar o grupo Coalizão Covid Brasil que passou a propor estudos clínicos para determinar quais seriam os tratamentos que poderiam ter impacto na evolução da Covid-19. Para isso, buscaram parcerias com hospitais de todo o Brasil que atendessem a esses pacientes e tivessem Centro de Pesquisa dentro de sua estrutura.  

“A participação da Unimed Sul Capixaba neste estudo relevante é de grande importância, pois coloca a nossa cooperativa em sintonia com outros importantes Centros de Pesquisa de todo o Brasil”, finaliza o coordenador do Centro de Estudos da Unimed Sul Capixaba, Bruno Beber.