Voltar

Unimed realiza Campanha de Doação de Órgãos 2020: #quefiquedito

Unimed realiza Campanha de Doação de Órgãos 2020: #quefiquedito

A iniciativa, que acontece pelo terceiro ano consecutivo, traz tatuagens autoadesivas como forma de estampar o desejo de salvar vidas.

Unimed realiza Campanha de Doação de Órgãos 2020: #quefiquedito

A iniciativa, que acontece pelo terceiro ano consecutivo, traz tatuagens autoadesivas como forma de estampar o desejo de salvar vidas.

24 Setembro 2020

Com o objetivo de sensibilizar clientes, colaboradores, parceiros e a população em geral sobre a importância da doação de órgãos, uma atitude que salva vidas, a Unimed Sul Capixaba está realizando pelo terceiro ano consecutivo a campanha #quefiquedito. A ação tem como símbolo tatuagens autoadesivas, reforçando de forma lúdica a necessidade de declarar a vontade de ser um doador.

Com curadoria da designer Maria Sanz, neste ano a criação das tatuagens autodesivas foi feita pelos tatuadores Felipe Bernardes (@felipebernardestattoo) e Florencia Rosso (@florencia_rosso). Os desenhos, que vêm acompanhados da frase #quefiquedito, abusam da cor e utilizam aquarela e grafite. 

A campanha começou na última segunda-feira dia 21, e é uma iniciativa em comemoração ao Dia Nacional da Doação de Órgãos, em 27 de setembro. A data chama a atenção para o número de pessoas que estão na fila aguardando por um transplante de órgãos. No Brasil, 45 mil doentes esperam por um ato de solidariedade, enquanto no Espírito Santo, o total de pessoas que precisam um novo órgão é de 1.300 atualmente.

Como nem todos os familiares conhecem o desejo de um parente ser doador de órgãos, é importante que essa vontade seja dita e fique clara ainda em vida. “Nosso intuito é encorajar as pessoas que querem salvar vidas sendo doadoras, além de inspirar mais gente a se interessar e compartilhar informações sobre o assunto junto às suas famílias e aos seus amigos. Por isso, ao distribuirmos as tatuagens autoadesivas enfatizamos para que a pessoa estampe o seu desejo, aplique na pele e diga para todos que é uma doadora de órgãos”, afirma Sandrine Luchi, gestora de Comunicação e Marketing da Unimed Sul Capixaba.