Voltar

Doações de sangue antes do Carnaval

Doações de sangue antes do Carnaval

Unimed Sul reforça a necessidade de doações de sangue antes do Carnaval. Aumento no número de acidentes e redução das doações neste período ligam alerta nos bancos de sangue.

Doações de sangue antes do Carnaval

Unimed Sul reforça a necessidade de doações de sangue antes do Carnaval. Aumento no número de acidentes e redução das doações neste período ligam alerta nos bancos de sangue.

25 Fevereiro 2019

Durante o feriado de Carnaval, é comum o aumento no número de acidentes nas estradas e ações de violência, que podem levar as pessoas até o hospital.  Ao mesmo tempo, a quantidade de doadores de sangue diminuiu nos hemocentros, um alerta para a necessidade de reforçar o estoque de sangue durante o período.

A hematologista e coordenadora médica a Agência Transfusional do Hospital Unimed Capixaba, Dra. Grazielle Grillo destaca que o incentivo às doações de sangue ocorre durante todo o ano na unidade de saúde, mas merece uma atenção especial em períodos de festas e feriados, como o Carnaval.

“A Agência Transfusional promove ações para a captação de doadores de sangue feitas especialmente com parentes e amigos de pacientes transfundidos, para alimentar o Banco de Sangue do Hospital Evangélico de Cachoeiro, que é o fornecedor de todo o sangue utilizado em transfusões e para reserva em cirurgias realizadas no Hospital Unimed Sul Capixaba”, explica.

Segundo a médica, o pedido de doação é feito a familiares e amigos de todo paciente que se prepara para alguma cirurgia, no entanto, apenas 45% das pessoas convidadas, concretizam a doação. “Esse é um percentual que poderia ser melhorado, com a conscientização e a ação espontânea de cada um diante da importância da doação”, acrescenta.

Para ser doador de sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, sendo que a primeira doação deve ser feita obrigatoriamente até os 60 anos. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis. Segundo a médica, cada doação de sangue pode salvar até quatro vidas, pois o sangue doado é separado em diferentes componentes, como hemácias, plaquetas, plasma e outros, beneficiando mais de um paciente com apenas uma unidade coletada.

“É importante que as pessoas tenham consciência de que doar sangue salva vidas. Por isso, convocamos a população para reforçar o estoque de sangue no período que antecede e durante o Carnaval, com a expectativa de despertar a cultura da doação e aumentar o número de doadores regulares”, finaliza a médica.  

No Banco de Sangue do Hospital Evangélico, que atende a cerca de 16 municípios do Sul do Estado, as doações podem ser feitas de segunda à sexta, das 7h às 16h, e aos sábados, das 7h às 11h.