Voltar

Idoso Bem Cuidado é Idoso Empoderado

Idoso Bem Cuidado é Idoso Empoderado

Idoso Bem Cuidado é Idoso Empoderado

5 Julho 2021

Durante o mês de Junho, foi realizada a Campanha Idoso Bem Cuidado é Idoso Empoderado, organizada pelo Núcleo de Intervenções Psicossociais da Atenção Integral à Saúde da Unimed Sul Mineira. A campanha visava comemorar o Dia Mundial de Conscientização do Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado no dia 15 de Junho. (Para saber mais sobre a data, clique aqui)

A equipe psicossocial propôs a ação com intuito de reafirmar os direitos dos idosos, além de ajudá-los a perceber os diversos tipos de violência, visto que o crescente número de casos de violência contra a pessoa idosa, durante a pandemia da Covid-19, é mais um dos impactos gerados para a sociedade. Ainda que extremamente necessário, o isolamento social é mais difícil.

Durante a campanha, os clientes do Programa Idoso Bem Cuidado discutiram por meio de plataforma digital, sobre quais tipos de violência os idosos geralmente são expostos e enfatizaram suas opiniões acerca do tema. Também foram divulgados trechos dos artigos do Estatuto do Idoso, que garante direitos e embasa as punições imputadas aos agressores.

Como símbolo do tema da campanha os clientes enviaram fotos em sinal de força e empoderamento, incentivando desta maneira a necessidade de ampla disseminação dos direitos da pessoa idosa e a importância de concebermos que os idosos merecem equidade, tratamento digno, respeito, oportunidades e, sobretudo, o direito de continuar decidindo - desde que tenham condições para isso -, sobre suas vidas.

 

      

 

Para ver todas as fotos, clique aqui.

 

Participe do Programa "Idoso Bem Cuidado"!

O principal objetivo da iniciativa é desenvolver ações de promoção à saúde, prevenção e gerenciamento de fatores de risco e doenças crônicas em idosos, tudo isso para que sejam mantidas a sua capacidade funcional e autonomia, além de promover o bem-estar e a qualidade de vida.

O projeto conta com uma equipe formada por médicos, técnicos em enfermagem, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas, entre outros.

Para mais informações sobre o projeto, clique aqui.