Você está em

{{ctrl.unimeds.length}} Unimed(s) encontrada(s)
{{unimed.nmUnimed}}

{{unimed.site | lowercase}}

Fone: {{unimed.telefone}}
{{unimed.endereco}}
{{unimed.bairro}}, {{unimed.cep}}, {{unimed.cidade}} - {{unimed.uf}}

As empresas com mais de 300 colaboradores e com sede em pelo menos três estados que quiserem contratar planos empresariais nacionais devem entrar em contato com a Central Nacional Unimed.

A Seguros Unimed oferece soluções em Vida e Previdência para você, sua família e/ou sua empresa. Conheça.

{{ctrl.unimedSelecionada.nmUnimed}}
{{ctrl.unimedSelecionada.site | lowercase}}
{{ctrl.unimedSelecionada.telefone}}
{{ctrl.unimedSelecionada.endereco}} {{ctrl.unimedSelecionada.bairro}} {{ctrl.unimedSelecionada.cep}}
{{ctrl.unimedSelecionada.cidade}} - {{ctrl.unimedSelecionada.uf}}

Serviço indisponível no momento

Voltar

Buddha Bowl

Buddha Bowl

A tigela nutritiva com vegetais frescos, frutas, proteína magra e um molho de soja saboroso! Confira como preparar

Buddha Bowl

4 Março 2021

Para os fãs de uma alimentação colorida que combine carboidratos, proteínas e pouca gordura, o buddha bowl é a opção ideal.

Não existe uma regra para preparar os buddha bowls ou tigela de buda. O importante é que tudo seja servido em uma única tigela que valorize o visual e incentive a alimentação equilibrada. Eles podem compor uma refeição vegetariana ou vegana, incluir frutas, sementes, grãos integrais, proteína vegetal e até animal.

Essa tendência alimentar ganha força conforme a dieta baseada em plantas é disseminada pelo mundo como uma opção saudável, benéfica e sustentável.

Algumas pessoas atribuem o nome do prato às caminhas que Buda realizava para arrecadar alimentos para pessoas pobres. Outra explicação seria a quantidade de comida que vai dentro do bowl, o que, curiosamente, se assemelharia à barriga de Buda.

Mas, independentemente das origens e explicações, o buddha bowl se tornou tendência na Europa e Estados Unidos e continua ganhando visibilidade nas redes sociais por seu teor nutritivo e visual moderno.

Confira nossa opção com arroz integral, frango e abacate!

Ingredientes

  • 1 batata-doce grande, descascada e cortada em cubos
  • 1 peito de frango sem osso e sem pele
  • 1 cebola roxa grande picada
  • 1 abacate fatiado
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva extravirgem
  • 2 colheres de sopa de manteiga de amendoim sem açúcar
  • 1 colher de sopa de coentro ou cheiro verde fresco
  • 1 colher de sopa de semente de gergelim
  • 1/2 colher de sopa de alho em pó
  • 1/2 colher de sopa de gengibre em pó
  • 1 colher de sopa de molho de soja light
  • 1 colher de sopa de mel
  • 1 colher de sopa de óleo de gergelim torrado
  • 1 dente de alho pequeno picado
  • Suco de 1 limão
  • Arroz integral cozido à vontade
  • Espinafre baby à vontade
  • Sal e pimenta a gosto

 

Modo de preparo

  • Pré-aqueça o forno a 200 °C
  • Em uma assadeira grande, coloque a batata-doce e a cebola com 1 colher de sopa de azeite e tempere com sal e pimenta. Asse de 20 a 25 minutos até ficar macia
  • Enquanto isso, tempere o frango com alho em pó, gengibre, sal e pimenta. Aqueça, em fogo médio ou alto uma colher de sopa de azeite. Frite o peito de frango até dourar (8 minutos de cada lado). Deixe descansar 10 minutos e, depois, corte em cubos.

 

Molho

Em uma tigela pequena, misture o alho, a manteiga de amendoim, o suco de limão, o molho de soja e o mel. Inclua o óleo de gergelim, o restante do azeite e misture até ficar homogêneo.

 

Montagem

Divida o arroz entre quatro tigelas e cubra cada uma com batata-doce, frango, abacate (cortado em meia-lua) e espinafre, organizando esses ingredientes de forma harmoniosa. Finalize com o coentro e o gergelim e regue com o molho antes de servir.

 

Rende 4 porções


Revisão técnica: equipe médica da Unimed do Brasil


Média (4 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em