Fonoaudióloga

Aplica o Teste da Orelhinha (exame de emissões otoacústicas evocadas), o sistema mais moderno para detectar problemas auditivos em recém-nascidos. Aplica o Teste da Linguinha (protocolo de frêmulo lingual). Além de atuar também nos casos de disfunções oromotoras, ponde há dificuldade do bebê se alimentar por via oral.

- Revisado pela profissional

Elaine Cristina da Silveira - Fonoaudiologa

 

Enfermeiras da Maternidade e Neonatal.

O teste do coraçãozinho é um dos exames feitos nos bebês nascidos com idade gestacional superior a 34 semanas e é feito ainda na maternidade, entre as primeiras 24 a 48 horas após o nascimento, conforme Sociedade Brasileira de Pediatria.

Serve para avaliar como está a adaptação do bebê à vida fora do útero. Este exame pode detectar irregularidades nos músculos e nos vasos sanguíneos do coração, além de verificar se o coração bate a quantidade esperada de vezes por minuto, e até mesmo, se o sangue bombeado pelo coração contém a quantidade necessária de oxigênio que o bebê precisa.

- Revisado pela profissional

Jaqueline Figueredo - Enfermeira obstetras e neonatologista

 

Teste do Pezinho

O Teste do Pezinho é um exame laboratorial simples que tem o objetivo de detectar precocemente doenças metabólicas, genéticas e infecciosas, que poderão causar lesões irreversíveis no bebê. Exame feito a partir do sangue coletado do calcanhar do bebê e que permite identificar doenças graves, como: o hipotireoidismo congênito (glândula tireoide do recém-nascido não é capaz de produzir quantidades adequadas de hormônios), a fenilcetonúria (doença do metabolismo) e as hemoglobinopatias (doenças que afetam o sangue – traço falcêmico e doença falciforme), entre outras.

Conforme Ministério da Saúde a data ideal para a coleta de sangue é entre o 3º e 5º dia de vida do recém-nascido.


A maioria das doenças pesquisadas pode ser tratada com sucesso desde que identificadas antes mesmo de manifestar seus sintomas claramente, para pais e médicos. Neste sentido, todos os recém-nascidos devem ser submetidos ao teste, a partir do 3 dia de vida e após este o mais breve possível, mesmo os que não apresentam nenhum sintoma clínico anormal.

 

Referência: CTN Diagnóstico

 

Médico Pediatria

Os testes de Barlow e Ortolani são medidas obrigatórias no exame físico do RN, realizado após o nascimento pelo médico pediatria. As manobras são importantes para o diagnóstico da Displasia de Desenvolvimento do Quadril (DDQ).

Teste do Reflexo Vermelho (TRV)”, mais conhecido como “Teste do olhinho”. Exame simples, rápido, indolor e realizado em recém-nascidos, tem como objetivo a detecção precoce de problemas oculares congênitos que comprometem a transparência dos meios oculares e que podem impedir o desenvolvimento visual cortical, conforme Sociedade Brasileira de Pediatria.

- Revisado pelo profissional:

Márcio Alcides Molibaria - Médico Pediatra

 

Processos após o nascimento

Seguimos a recomendação do contato pele a pele com a mãe durante a Golden hour (primeira hora de vida) da amamentação;

De acordo com recomendações da Organização Mundial da Saúde, o clampeamento do cordão umbilical deve ser feito entre 1 e 3 minutos para bebês a termo e entre 30 a 60 segundos para os prematuros – caso o bebê esteja reativo e sem qualquer problema visível no nascimento, considerando a orientação do pediatra;

O atendimento pediátrico é realizado pelo pediatra do corpo clínico para os recém-nascido a termo, pós termo por via alta (cesariana eletiva). E pelo pediatra Intensivista da neonatal, para os recém-nascido prematuro e nascimento por via baixa (parto vaginal).

O atendimento busca verificar e avaliar, após o nascimento, sinais básicos de vitalidade e reflexos, bem como realizar um exame físico básico inicial e evitar hipotermia. Esse procedimento pode ser feito diretamente no colo da mãe, ou no berço aquecido, caso haja necessidade. A aspiração das vias aéreas superiores pode ser realizada se o pediatra julgar clinicamente necessário, mas geralmente não se faz necessária.

Nos casos indicados, tais como parto vaginal, o uso de Colírio Nitrato via oftálmica será utilizado para prevenir a oftalmia neonatal causada pelo Gonococo. Logo após o nascimento faz-se aplicação intramuscular de Vitamina K, com o intuito de prevenir a Doença Hemorrágica do Recém Nascido.

O primeiro banho do bebê é realizado a partir de 24 horas de vida, exceto nos casos excepcionais, onde existe o risco de transmissão de alguma doença da mãe para o bebê.

Medidas de peso, estatura e circunferências corporais, podem ser realizadas após as primeiras horas de vida, sendo mais importante o estabelecimento do vínculo materno e o incentivo a amamentação, do que a aferição das mesmas.

- Revisado pelo profissional:

Márcio Alcides Molibaria - Médico Pediatra

 

Aleitamento Materno

Reconhecendo que a amamentação é um processo fisiológico e tendo em vista os benefícios para a mãe e para o bebê, a Maternidade do Hospital Unimed apoia a amamentação, e incentiva o aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida. Conta uma comissão de aleitamento materno que realiza atendimento individualizado para todas as puérperas.

A Sala de extração manual é um serviço de apoio e incentivo ao aleitamento materno disponibilizado para as mães que estão com os seus bebês internados na UTI Neonatal e clientes externas que apresentem dificuldades em relação a amamentação pós alta. Nesta sala, as mães extraem o leite em local controlado e adequado, e são acompanhadas por uma especialista em amamentação. O leite é levado para o lactário, onde é preparado e oferecido para o bebê.

- Revisado e aprovado pelo Comitê de Amamentação da Maternidade do Hospítal Unimed

 

Sala VIP é 6 pessoas a partir de 15 anos. Sem sintomas de gripe ou resfriados.

Site: https://www.unimed.coop.br/web/tubarao/maternidade-hospital-unimed

 

Disponibilidade de acesso nas salas PPP / Sala cirúrgica:

 

Sala PPP (Pré parto, parto e pós parto)

1 acompanhante de escolha da gestante;

1 fotógrafa, previamente cadastrada no hospital unimed;

1 doula, previamente cadastrada no hospital unimed;

 

- Revisado e aprovado:

Karine Moraes - Enfª Coordenadora de Áreas

Jaqueline Figueredo - Enfª Gestora da Maternidade

 

Sala Cirúrgica

1 acompanhante de escolha da gestante;

1 fotógrafa ou doula previamente cadastrada no hospital unimed;

Se a opção for 1 acompanhante de escolha da gestante e fotografa na sala cirúrgica, a doula pode acompanhar na UCA.

Não pode haver troca entre doula e fotógrafo no ato cirúrgico.

 

- Revisado e aprovado:

 Angela Redivo - Enfª Coordenadora do Centro Cirúrgico

Juliana Pereira - Enfª Gestora CCO