Voltar

Confira 12 curiosidades sobre a depressão

Confira 12 curiosidades sobre a depressão

Confira 12 curiosidades sobre a depressão

3 Setembro 2019

Setembro é o mês da campanha de prevenção ao suicídio, também chamado de Setembro Amarelo. Um dos objetivos da ação é trazer o tema depressão à tona, justamente porque é preciso falar cada vez mais sobre o problema. A doença que, em casos mais severos, leva muitas pessoas a atentarem contra a própria vida, acomete mais de 320 milhões de pessoas no mundo todo.

O psiquiatra da Unimed Vitória Vicente Ramatis destaca alguns aspectos, pouco comentados, mas muito relevantes sobre a doença:

 

1 -  A menopausa aumenta a chance de depressão

O médico explica que as mudanças hormonais e consequentes alterações de humor podem causar depressão nas mulheres, nesta fase da vida. É importante ficar atenta aos sintomas.

 

2 - Mulheres têm mais probabilidade de ter a doença

As mudanças hormonais citadas acima, de acordo com Vicente Ramatis, aumentam a probabilidade. Porém, além desse fator, as mulheres tendem a buscar mais ajuda médica quando se sentem deprimidas, o que faz com que pareça que a doença afeta mais a população feminina.

 

3 - Transtornos alimentares estão ligados à depressão

A depressão pode levar a transtornos alimentares, como anorexia e bulimia. O psiquiatra explica que esses quadros, geralmente, estão ligados à baixa autoestima e à falta de amor próprio.

 

4 -  Atividade física pode ajudar na luta contra a depressão

Atividades físicas aumentam a autoestima e estimulam o convívio social, além de serem uma forma de passar o tempo. "Podem ser aliadas no tratamento da depressão", destaca o especialista.

 

5 - Ansiedade pode ser gatilho para a depressão

Vicente Ramatis assinala que a ansiedade em alto grau e prolongada pode levar à depressão. "A própria ansiedade faz com que a pessoa, muitas vezes, se isole, evitando certas situações que angustiam. Esse cenário também contribui para a depressão", analisa.

 

6 - Homens buscam menos ajuda

É fato que mulheres costumam buscar ajuda com mais frequência quando apresentam sintomas de depressão. "Os homens têm mais dificuldade, por questões sociais, culturais e comportamentais, de lidar com alguns sentimentos. Então, acabam demorando mais a buscar ajuda médica", diz o médico.

 

7 - A depressão pode ser uma doença grave

Tão grave quanto outros problemas cerebrais, como Alzheimer. Estudos apontam que, quando não é devidamente tratada, a depressão pode causar alterações no cérebro, levando a complicações ainda mais sérias.

 

8 - Depressão e tristeza não são a mesma coisa

Tristeza é passageira, dura alguns dias e, normalmente, está associada a um fato específico. A depressão é um quadro muito mais persistente, longo e profundo de melancolia e pode durar a vida inteira.

 

9 - Depressão não tem cura

Mas, segundo o psiquiatra Vicente Ramatis, tem controle total. O importante é fazer o acompanhamento e tratamento corretos.

 

10 - Alimentação ajuda no controle

Uma boa alimentação, equilibrada e saudável, pode contribuir para o controle da depressão, já que melhora o bem-estar geral do organismo.

 

11 - Depressão pode atrapalhar o aprendizado

Porque, segundo Ramatis, diminui a capacidade de concentração e a energia, reduzindo o interesse pelo aprendizado e também a disposição para estudar.

 

12 - Depressão acelera o envelhecimento

A depressão profunda pode acelerar o processo de envelhecimento celular, contribuindo para uma aparência mais envelhecida.