Voltar

Sábado (25) é dia de Festival Esporte do Bem na Praça de Itararé

Sábado (25) é dia de Festival Esporte do Bem na Praça de Itararé

Crianças e adolescentes atendidos pelo projeto esportivo terão jogos amistosos e atividades culturais e de lazer

Sábado (25) é dia de Festival Esporte do Bem na Praça de Itararé

Crianças e adolescentes atendidos pelo projeto esportivo terão jogos amistosos e atividades culturais e de lazer

24 Setembro 2021

A comemoração do Dia das Crianças vai chegar mais cedo para as crianças e adolescentes atendidos pelo Esporte do Bem, projeto idealizado pelo Instituto Unimed em parceria com o Instituto Viva Vida. Voltado especialmente para familiares e alunos do projeto, acontece neste sábado (25), das 8h às 12h, na Praça de Itararé, o Festival Esporte do Bem.

O evento terá jogos de futebol de campo, futebol Society, pula-pula, entre outras atividades culturais e de lazer. Com recursos provenientes da participação de colaboradores e cooperados da Unimed Vitória, que destinam anualmente parte do seu Imposto Renda para ações aprovadas em leis de incentivo fiscal, o Esporte do Bem leva atividades esportivas para crianças de 7 a 14 anos do Território do Bem.

“As ações no Território do Bem contribuem para o fortalecimento da região. As atividades estão acontecendo de segunda a quinta, com número menor de alunos que o previsto no escopo do projeto para evitar aglomeração pela Covid-19”, afirma a coordenadora socioambiental do Instituto Unimed Vitória, Milene Mello. Esse evento marca o encerramento do primeiro ano do projeto, que mesmo em situações tão desafiadoras, atingiu seus objetivos. No próximo mês iniciaremos o ano 2, com a novidade de, além de Vitória, ampliar um núcleo para Cariacica.

Conquista da comunidade

O presidente do movimento comunitário de Itararé, Ailton Monteiro, conta que é possível ver a diferença de comportamento, tanto das crianças quanto de seus pais, desde que os trabalhos foram iniciados em outubro de 2020. “Esperamos por esse projeto havia uns dois anos. A comunidade é conhecida por ser um lugar muito vulnerável. Sabemos que por meio do esporte formamos cidadãos, por isso aguardávamos muito por esse momento. Se você chegar lá hoje verá o brilho nos olhos das crianças, e o brilho no olhar das mães ao verem seus filhos participando das atividades e interessados no esporte”.

Crianças que nunca tiveram a oportunidade de usufruir de atividades esportivas estão vendo suas rotinas mudarem, o que traz impacto para a comunidade como um todo. “A procura está sendo grande. Temos aulas de basquete, futebol de salão e futebol de campo. Uma mãe vai falando para a outra, e assim já conseguimos atingir crianças de oito comunidades”, comenta Ailton.

O Instituto Viva Vida, parceiro do Instituto Unimed nesse projeto, utiliza o desenvolvimento esportivo orientado como forma de solucionar problemas sociais de crianças e adolescentes que vivem em vulnerabilidade social, implantando ambientes, escolar, familiar e social, mais produtivos.