Visitas Técnicas de Qualificação de Fornecedores de OPME 

Responsive Image

A Unimed Mercosul busca a excelência nas atividades desenvolvidas e preza por critérios que assegurem o controle de qualidade na homologação de fornecedores vinculados aos comitês técnicos (CTM e CTMA), proporcionando subsídios que atendem requisitos legais, boas práticas do mercado, ética, integridade e qualidade para suas afiliadas.

O processo de homologação das empresas consiste também na realização de visitas técnicas às empresas contratadas e seus distribuidores subcontratados, que pretendem ter ou têm acordo com os comitês. A certificação é emitida após análise de documentos e visita técnica.

Para que serve a visita técnica

A visita técnica consiste em avaliar o cumprimento da legislação vigente, o grau de comprometimento com a sustentabilidade ambiental, social, promoção à saúde, estrutura da empresa, estoques, processos de expedição e da rastreabilidade, bem como avaliar as documentações para certificação e definição do padrão da empresa perante a Unimed Mercosul. 

O visto da visita tem validade de 24 meses. Depois desse período, é realizada uma nova visita técnica (ou novas visitas) para adequações. Em caso de alguma “não conformidade”, é estipulado um prazo para adequações e agendamento de nova visita.

Qualificação dos fornecedores

A Unimed Mercosul estabelece um ranking de avaliação para qualificação dos fornecedores. Essa qualificação determina um score nivelando a transparência da empresa, que recebe um Selo Padrão (veja abaixo os quatro tipos de selos) e o Certificado de Visitação Técnica, de acordo com critérios regulatórios da Unimed Mercosul.

Responsive Image
O score é importante porque qualifica a empresa mediante auditorias. Portanto, é primordial que as empresas estejam com seus certificados em dia, mostrando que estão cumprindo com todos os critérios regulatórios.

A Unimed Mercosul preconiza a valorização das empresas comprometidas com regras de Compliance de forma a garantir integridade, ética, boa-fé e qualidade; prezando por ações contra qualquer espécie de fraude, corrupção, desrespeito social e ambiental.

A visita técnica é agendada e disponibilizada no Sistema de Gestão dos Comitês SRM2, após homologação dos seguintes documentos:
  • Carta com o logo da empresa solicitando o cadastramento, assinada e carimbada pelo seu representante legal
  • Ato constitutivo e suas alterações (Contrato Social, Estatuto)
  • Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral do CNPJ
  • Certidão Simplificada da Junta Comercial
  • Comprovante de Inscrição Estadual
  • Certidão negativa de débito da União/Federal
  • Certidão negativa de débito Estadual
  • Certidão negativa de débito Municipal
  • Certidão negativa de débito com Previdência Social/FGTS
  • Certidão negativa com Justiça do Trabalho
  • Relação dos prestadores (hospitais, clínicas e Unimeds) assistidos diretos ou via distribuidor
  • Licença de localização, alvará de funcionamento ou documento correspondente emitido pela Prefeitura
  • Cartas de exclusividade ou declarações de autorização de comercialização de produtos emitidas pelos detentores dos Registros no MS para os produtos comercializados pela empresa
  • Certificado (ou impressão) com destaque da Autorização de Funcionamento (AFE) emitido pela ANVISA e Autorização Especial (AE) para aqueles que comercializarem medicamentos controlados
  • Licença Sanitária/Alvará Sanitário (ou autorização correspondente) emitido pela Secretaria Municipal da Saúde ou Estadual/Vigilância Sanitária
  • Certidão de Responsabilidade Técnica
  • Certificado ou impressão com destaque no DOU do Certificado de Boas Práticas de Fabricação e Controle (BPF) e/ou Certificado de Boas Práticas de Armazenamento e Distribuição de Produtos (BPADPS) emitido pela ANVISA
  • Carta do Responsável Técnico certificando a existência, atualização e prática do Manual de Qualidade na empresa e o cumprimento da legislação vigente assinado pelo Responsável Técnico (RT) e Responsável Administrativo
  • Procedimento Operacional Padronizado para transporte de produtos para a saúde - Assinado e carimbado pelo RT da empresa (em caso de transporte realizado por empresa terceirizada, anexar os seguintes documentos da transportadora: Contrato com a transportadora; Autorização de Funcionamento; Licença Sanitária e Certidão de RT)
  • Procedimento Operacional Padronizado para tratamento e destino de resíduos ou Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (assinado e carimbado pelo RT da empresa)
  • Procedimento Operacional Padronizado de Plano de Campo para produtos já distribuídos ou em estoque (Recall)(assinado e carimbado pelo RT da empresa)
  • Relatório de pendências NOTIVISA (assinado e carimbado pelo RT da empresa)