Pagamento on-line é uma comodidade, mas é preciso atenção para que não vire um transtorno

  • Na hora de gerar e pagar suas faturas, use sempre os canais oficiais da Unimed.
  • Antes de efetuar o pagamento de um boleto, confirme se o CNPJ e o nome do beneficiário mostrados na tela correspondem aos nossos dados (45.425.899/0001-22 - Unimed Botucatu Cooperativa de Trabalho Médico), verifique isso no momento do pagamento on-line após a leitura do código de barras.
  • Para emitir boleto pela internet, sempre acesse pelo site oficial, evite fazer pesquisas on-line. Digite: www.unimedbotucatu.coop.br

Estar informado é estar protegido

Responsive Image

Recebi um boleto. Como saber se é falso?


Código de barras
Em uma fatura autêntica, os números do código de barras são exatamente iguais tanto na parte superior quanto inferior. Os três primeiros números da sequência representam o código do banco emissor do boleto. Se os números forem diferentes, pode ser um golpe.
 

Dados do boleto
Observe se o documento não possui erros de português. Isso é bem comum em boletos falsos. Sempre verifique se lá contém informações como data de vencimento, CNPJ e nome do beneficiário. Se tiver alguma dúvida, confira se o CNPJ informado é o mesmo da Unimed que você tem contrato. 

Valor
O valor do boleto aparece em dois lugares, no final do código de barras e no espaço “valor do documento”. Caso o valor não seja igual, desconfie. Outro sinal de alerta, é conter um valor diferente do que normalmente é pago.

Como se prevenir?

1  Nunca deixe público o seu número de telefone pessoal em redes sociais

2 Evite realizar movimentações utilizando conexões wi-fi de locais públicos

3 Mantenha seus sistemas e aplicativos sempre atualizados, e verifique se o antivírus está instalado, atualizado e ativo

4  Sempre ative a Confirmação em duas etapas em sua conta do WhatsApp.

No aplicativo, acesse: Configurações > Conta > Confirmação em duas etapas > Ativar.

Dicas de segurança sobre dados pessoais

  1. Mantenha os sistemas do seu celular ou notebook sempre atualizados. 

  2. Nunca use o recurso de “lembrar/salvar senha” em navegadores e sites. 

  3. Guarde suas senhas com o máximo cuidado. Jamais anote senhas em bloco de notas ou em arquivos no aparelho. 

  4. Escolha a opção de acionamento do bloqueio automático de tela mais rápido e desative notificações que são exibidas independentemente do bloqueio de tela inicial. 

  5. Utilize os recursos de biometria, reconhecimento facial se os seus dispositivos possuem essa tecnologia e ative e dupla autenticação em todos as suas contas de internet como e-mail, aplicativos, sites etc... 

  6. Anote o código do IMEI do celular em algum local seguro para bloquear sua linha e o seu aparelho em caso de roubo ou perda. Habilite a função de rastreio do celular para conseguir apagar os dados do seu aparelho e localizá-lo remotamente, se necessário.

  7. Use senhas diferentes para cada uma de suas contas e, sempre que possível, use senhas fortes, lembrando-se de ativar a “autenticação em dois fatores” nas plataformas de internet que usar.