Uso e Aplicação da Insulina

O que é diabetes?
É uma doença crônica em que ocorre elevação do açúcar no sangue, devido à falta total ou parcial de insulina (hormônio produzido no pâncreas) e/ou incapacidade da insulina de exercer suas funções. O diabetes, quando não tratado adequadamente, pode causar infartos, derrames, cegueira, parada de funcionamento dos rins e amputação dos pés. O tratamento correto do diabetes previne todas essas complicações.

TRATAMENTO COM INSULINA

Tipos de insulina
São proteínas idênticas ou semelhantes à insulina produzida pelo pâncreas humano. Tem grande potência na redução do açúcar no sangue. A insulina NPH é de ação lenta e age controlando a glicemia de jejum, durante o sono e entre as refeições. A insulina regular é de ação rápida e controla a glicemia pós-prandial (refeições).
Responsive Image
Locais de aplicação da insulina
A insulina deve ser aplicada no tecido subcutâneo, para absorção adequada. É importante conhecer os locais corretos e saber utilizá-los. Uma vez que as aplicações serão frequentes é importante também fazer os rodízios dessas áreas para evitar edemas e caroços locais.

Locais de absorção mais rápida da insulina
Abdome: região abdominal, exceto no espaço entre 3 dedos à direita ou à esquerda do umbigo. Não é recomendado aplicar nem acima nem abaixo do umbigo por ser desconfortável.
Braços: região posterior externa do braço, no espaço entre 3 dedos abaixo do ombro e 3 dedos acima do cotovelo.
Coxas: região frontal e lateral superior da coxa, no espaço entre 4 dedos abaixo da virilha e 4 dedos acima do joelho.
Nádegas: região superior lateral externa do glúteo, tendo como referência a prega interglútea.
Responsive Image
Cuidados após a aplicação da insulina
  • Não friccionar o local;
  • Não tomar banhos quentes;
  • Escolha o local da aplicação de acordo com as atividades físicas a serem realizadas no dia;
  • Não fazer compressas frias ou quentes.
Responsive Image
Responsive Image
Cuidados com a insulina
  • Nunca exponha a insulina ao sol e evite o calor excessivo;
  • Não agite violentamente o frasco da insulina;
  • Manter em geladeira de uso doméstico, acima das gavetas dos vegetais numa temperatura entre 2º e 8ºC;
  • Evite colocar a insulina na porta, onde há uma maior variação de temperatura;
  • Não congele a insulina e nunca guarde e transporte junto com gelo seco;
  • Após a abertura do frasco ou refil poderá permanecer fora da geladeira em temperatura ambiente, de preferência dentro da sua própria caixa;
  • Nunca utilize insulina com data de validade vencida; ou se apresentar alteração na cor ou aspecto turvo;
  • Caso a insulina esteja na geladeira, retirá-la de 10 a 15 minutos antes de iniciar sua utilização.