Voltar

5 dicas para um home office produtivo e saudável

5 dicas para um home office produtivo e saudável

Com organização e diálogo com família e equipe, é possível aproveitar o melhor do trabalho remoto

5 dicas para um home office produtivo e saudável

28 Abril 2022

Ao longo de mais de dois anos de pandemia, muitas empresas decidiram aderir ao home office de forma definitiva. Outras optaram por modelos híbridos, em que os colaboradores precisam comparecer ao local de trabalho algumas vezes por semana.

Se esse é o caso da empresa onde trabalha ou você também quer entender melhor como organizar sua vida pessoal e profissional no mesmo espaço, acompanhe essas dicas!

 

1 - Crie um ambiente para trabalhar

ambiente para home office

Por mais que o trabalho remoto possa ser realizado em qualquer lugar, é importante para o cérebro identificar cada espaço. Manter a área organizada com seu computador, bloco de anotações e as ferramentas necessárias para o trabalho, em vez de deixar tudo espalhado pelos cômodos da casa, também conta pontos para a praticidade.

Além disso, priorize ficar em um local arejado e com iluminação natural, o que vai aumentar a sensação de bem-estar durante o expediente. E não se descuide da ergonomia: usar cadeira com encosto, firmar os pés no chão e manter os pulsos apoiados na mesa são posturas importantes para evitar dores laborais.

 

 

2 - Faça acordos com a família

Se mais pessoas da família estiverem em casa durante o seu horário de trabalho, é importante fazer alguns acordos. Explique suas necessidades e delimite espaço e tempo para que você possa cumprir suas tarefas com o mínimo de interrupções, especialmente quando estiver em reunião por videochamada.

Mas, claro, imprevistos domésticos acontecem, especialmente quando se tem crianças. Por isso, não tenha vergonha se uma reunião de trabalho for interrompida pela campainha ou por um “manhê!” ou “paiê!” ao fundo. Se for urgente, basta pedir licença aos colegas para resolver. Se não for, passe uma previsão para o familiar de quando você conseguirá atendê-lo.

Se mais de uma pessoa estiver fazendo home office na mesma casa, fones de ouvido podem ser uma boa opção para que vocês não se atrapalhem com sons de áudios ou reuniões.

 

3. Estabeleça horário de trabalho e de lazer

Quando não organizado, o home office pode fazer muitas pessoas trabalharem mais do que as horas contratadas. Ao interromper o trabalho de forma desordenada, pode se perder a noção do tempo efetivamente trabalhado e ainda gerar o sentimento de culpa por não ter finalizado uma demanda. Listar prioridades e estimar o tempo necessário para a execução das tarefas ajuda a ver o que é ou não possível fazer ao longo de um dia.

Você e sua família também são prioridades: reservar um tempo de qualidade para as atividades em família, ou mesmo para uma conversa, também é fundamental!

Estabelecer horários ajuda na organização da rotina de trabalho, facilita a comunicação com colegas para eventuais dúvidas e ainda é benéfico para a saúde. Isso porque seu corpo e cérebro já se programam melhor para o que está para acontecer: hora de trabalhar, hora de dormir, hora de cozinhar, de comer, de fazer atividade física, relaxar etc.

 

4. Cuide da sua saúde e dedique um tempo para você!

Cuidar da saúde precisa ser parte da rotina! Que tal transformar o tempo que você perderia no trânsito em uma oportunidade de praticar uma atividade física ou preparar uma refeição saudável?

Pequenas pausas fazem muita diferença. Tente se levantar, alongar e buscar um copo de água a cada hora, aproximadamente. Isso ajuda a oxigenar o cérebro e dá um up na produtividade!

Além desses cuidados, é importante manter consultas e exames médicos em dia. Apesar de estar mais relacionado ao isolamento social do que ao home office em si, os últimos dois anos registraram queda da procura por exames que permitem diagnóstico precoce de doenças como câncer de mama, por exemplo.

 

5 - Sozinho, mas não solitário

Mesmo trabalhando à distância, é importante manter um canal de conversa com colegas e superiores sobre o fluxo de trabalho, necessidades pessoais e também para trocar ideias. Se a carga estiver pesada demais, é preciso falar e aprender a dizer não.

 

Aliás, essa dica vale tanto para o home office quanto para o trabalho presencial. Para saber mais, leia também:
Hábitos que ajudam a manter a saúde mental no trabalho

 

 

Fontes: Portal da Câmara dos Deputados | SBOT | Exame


Agência Babushka | Edição e Revisão: Unimed do Brasil

Revisão técnica: equipe médica da Unimed do Brasil


Média (2 Votos)

COMPARTILHAR: