Voltar

Novos níveis de colesterol

Novos níveis de colesterol

Sociedade Brasileira de Cardiologia estipula metas mais desafiadoras para pacientes de riscos intermediário e alto

Novos níveis de colesterol

2 Outubro 2013

Desde o dia 28 de setembro, mais brasileiros estão sendo considerados como portadores de excesso de colesterol, segundo a avaliação da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Isso porque, nesta data, metas mais baixas de colesterol para pacientes de risco intermediário e alto foram anunciadas pela SBC. A nova diretriz, apresentada no congresso nacional da categoria, pretende estimular a busca por índices mais baixos de LDL, o mau colesterol. Atualmente, 40% dos adultos e 20% das crianças e adolescentes brasileiros pertencem à categoria dos que possuem colesterol elevado, segundo pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) a pedido da SBC.

Até então, o nível máximo aceitável de LDL no sangue era de até 100 miligramas por decilitro para pacientes com alto risco de doenças cardiovasculares — aqueles que têm histórico familiar e probabilidade de desenvolver uma série de problemas de saúde. Agora a luta deve ser para ficar com o colesterol abaixo de 70 miligramas. Já para aqueles em situações de risco intermediário, o nível de LDL deve ficar entre 70 e 100 miligramas e não mais de 100 a 130 miligramas.

Leia mais
>> Confira os benefícios das oleaginosas para o coração
>> Colesterol bom e colesterol ruim: Você sabe a diferença?

O colesterol é um tipo de gordura fundamental para o bom funcionamento do organismo. Porém, quando ingerido em excesso,pode resultar na formação de placas de gordura que se acumulam nas paredes das artérias pouco a pouco, dificultando o fluxo sanguíneo. Essa obstrução leva a problemas cardiovasculares graves. Para controlar os níveis de colesterol, evite comer gordura saturada, opte por alimentos que elevam o índice de HDL, o colesterol bom para o organismo, como oleaginosas, azeite de oliva, peixe (sem a pele!) e que ajudam a diminuir os níveis de LDL. Além disso, exercite-se regularmente, mantenha um peso saudável e evite o consumo de álcool e cigarro.


Nathale Ethel Fragnani e Designer: Myrian Katto

Fonte: WebMD, O Globo

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em