Voltar

Osteoporose: você sabe como se prevenir?

Osteoporose: você sabe como se prevenir?

Osteoporose: você sabe como se prevenir?

24 Outubro 2012



Considerada a epidemia silenciosa do século, a osteoporose apresenta um quadro preocupante no Brasil. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a doença acomete por ano cerca de 10 milhões de brasileiros, o que corresponde a um paciente para cada dezessete.

A osteoporose é uma doença caracterizada pela reduzida densidade e qualidade dos ossos, que provoca o enfraquecimento do esqueleto e aumento do risco de fraturas, particularmente das vértebras, do antebraço, úmero (braço) e fêmur.

Um dos motivadores para o aparecimento da osteoporose é a alteração nos níveis hormonais do organismo. A maior incidência em mulheres com mais de 45 anos está associada ao hormônio feminino estrógeno, que ajuda a manter o equilíbrio entre a perda e o ganho de massa óssea. Após a menopausa, os níveis deste hormônio diminuem, tornando os ossos mais frágeis.

Porém, a doença não se restringe apenas às mulheres nessa faixa etária, explica o médico reumatologista cooperado Unimed Sorocaba e diretor da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da PUCSP – Campus Sorocaba, José Eduardo Martinez. “Alguns aspectos referentes à herança genética como menor compleição física e outros referentes ao estilo de vida como o sedentarismo e o tabagismo, podem favorecer a doença em qualquer idade e mesmo no gênero masculino”, conta.

Algumas doenças como hipertireoidismo, diabetes ou artrite reumatóide, assunto abordado na matéria do dia 09 de outubro, além de medicamentos como, por exemplo, os corticoides, também podem acelerar a perda óssea.

O médico também ressaltou a importância de uma dieta rica em cálcio. “O osso funciona como um banco de cálcio. Quando não se recebe o nível adequado na alimentação, o organismo tira desse banco, enfraquecendo os ossos”, diz.

O leite é um alimento essencial para a manutenção de uma vida saudável, isso é indiscutível. Diante disso, uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (Abrasso) demonstrou que seis em cada dez brasileiros acreditam que apenas um copo de leite por dia é suficiente para prevenir a osteoporose. Porém, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a quantidade de leite e derivados necessária é maior: o ideal é a ingestão de pelo menos três porções diárias.

“Um grama e meio de cálcio por dia para gestantes ou mulheres que estão amamentando e um grama para um adulto jovem, podendo variar com leite, laticínios, soja e folhas verdes, são suficientes para o fortalecimento dos ossos”, explica o reumatologista.

Além dessas medidas, o médico José Eduardo também aponta a necessidade da ampliação do acesso ao exame de densitometria óssea e uma melhor qualificação dos médicos para o diagnóstico precoce da doença. Estudos indicam que toda a mulher deve fazer pelo menos um exame perto da menopausa. Dependendo dos fatores de risco, o intervalo entre os exames podem variar de um a cinco anos.



Camila Quintieri

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em