Voltar

Série Paciente Seguro: Internação hospitalar

Série Paciente Seguro: Internação hospitalar

Conheça algumas recomendações que podem ajudá-lo a prevenir quedas e a diminuir outros riscos para a saúde durante internações

Série Paciente Seguro: Internação hospitalar

20 Setembro 2011


Ao ser hospitalizado, um paciente costuma esperar sair recuperado e com a saúde em melhor estado do que quando entrou. O objetivo é o sucesso das intervenções clínicas e dos tratamentos recomendados, mas, deixando de lado o quadro clínico intrínseco a cada paciente, outros fatores de risco podem influenciar a saúde durante a internação.

Entre esses itens a serem considerados, está o risco de queda do paciente internado, o que pode piorar sua condição clínica e ainda aumentar o tempo de internação. Os hospitais devem ter uma estrutura física e de pessoal para diminuir esses riscos, mas, dependendo de seu estado, os pacientes e seus familiares também podem tomar algumas atitudes para aumentar sua própria segurança.

Confira as dicas:



• Não hesite chamar um enfermeiro para ajudá-lo quando precisar sair da cama, principalmente se você foi instruído a fazer isso ou se está fraco ou tendo vertigens;
• preste atenção a qualquer tubo, cateter, etc, que podem interferir quando você for caminhar;
• notifique os enfermeiros se perceber qualquer área úmida ou algo derramado no chão para que eles possam limpar o mais rapidamente possível;
• se você utiliza andador, bengala ou cadeira de rodas fale para o enfermeiro ou traga com seus pertences para que possa utilizá-los enquanto está hospitalizado;
• utilize calçados apropriados;
• para ajudá-lo a ficar estável, apoie-se somente em objetos estáticos;
• use o corrimão quando for ao banheiro e ao caminhar nos corredores;
• peça auxílio para ir ao banheiro;
• caso você necessite de óculos ou aparelhos auditivos, utilize-os;
• mantenha itens importantes ao seu alcance.



• Aguns medicamentos podem provocar fraqueza ou tonturas. Informe o enfermeiro caso perceba qualquer um desses eventos ao visitar o paciente;
• antes de deixar o quarto, certifique-se que o equipamento para chamar ajuda está próximo da cama do paciente;
• considere permanecer junto ao paciente caso ele esteja confuso ou com alto risco de quedas;
• reforce ao paciente que peça ajuda sempre que precisar sair da cama.


Taise Bertoldi e Designer: Pabla Vieira

Fonte: Healthy Roads Media, Centers for Disease Control and Prevention (CDC).

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em