Voltar

Unimed Cerrado participa da campanha "Eu ajudo na lata"

Unimed Cerrado participa da campanha "Eu ajudo na lata"

Unimed Cerrado participa da campanha "Eu ajudo na lata"


A Unimed Cerrado, seus colaboradores, cooperados e usuários abraçaram a campanha “Eu ajudo na lata”

Bastou um anúncio do lançamento da campanha “Eu ajudo na lata”, organizada pela Unimed do Brasil, para os colaboradores, cooperados e usuários da Unimed Cerrado se mobilizarem e começarem a coleta de lacres de latas de alumínio, que serão posteriormente vendidos para a compra de cadeiras de rodas para pessoas de baixa renda e necessitadas deste equipamento. A Gerência de Recursos Humanos da Unimed Cerrado distribuiu os cartazes da campanha em fevereiro e logo as primeiras garrafas plásticas cheias de anéis de latas de alumínio chegaram à Federação, enviadas por Singulares do interior; empresas clientes, como a Yamana Gold; colaboradores e usuários.


O aposentado Célio Roriz Siqueira, usuário da Unimed Goiânia, entrou em contato com a Unimed Cerrado assim que soube da campanha e doou dez garrafas. Ele vem coletando os lacres há dez anos. “Vi em um programa de TV que os lacres podiam ser aproveitados na fabricação de cadeiras de rodas, comecei a guardá-los e esperava uma oportunidade de entregá-los a quem pudesse fazer a reciclagem”, contou o aposentado, que já está com a 11ª garrafa praticamente cheia. “Gosto de ajudar as pessoas”, explicou.


Amarilda Leite Gonçalves Porto, auxiliar administrativa da Unimed Goianésia, mobilizou os colegas e também conseguiu uma boa arrecadação. “Eu nunca havia participado de uma campanha com tamanha importância e fiquei feliz por ter conseguido arrecadar com a ajuda dos colegas uma boa quantidade de lacres, contribuindo em uma bela ação social”, disse Amarilda, para quem a campanha mostra que é muito fácil fazer algo para alguém.

Essa é a primeira vez que a Unimed Cerrado participa da campanha. A arrecadação termina em junho. “Em seguida, vamos vender os lacres e adquirir as cadeiras, que serão doadas”, adiantou Fabiana Daniel Neves, gerente de Recursos Humanos.

Rosane Rodrigues da Cunha