Parto Adequado

O Hospital Dr. José Silva Dantas Filho oferece o melhor e o mais apropriado para o bem da mamãe e do bebê

Parto Adequado

O Hospital Dr. José Silva Dantas Filho oferece o melhor e o mais apropriado para o bem da mamãe e do bebê

4 Agosto 2017

A Unimed Itapetininga é seguidora, desde 2013, do projeto que está ajudando a promover mudança da cultura nacional no que diz respeito ao parto: o Projeto Parto Adequado (PPA), que visa identificar modelos inovadores de atenção ao parto e nascimento, que valorizem o parto normal e reduzam o percentual de cesarianas desnecessárias na saúde suplementar. 


A cooperativa adotou o Projeto desde seu início, tomando parte no grupo piloto, tendo participado de todas as estratégias adotadas do projeto - que é desenvolvido pela ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar, o Hospital Israelita Albert Einstein e o IHI - Institute for Healthcare Improvement, com o apoio do Ministério da Saúde.


Durante a implantação, criou o próprio Projeto Nascer e investiu vigorosamente em adequações na estrutura física do Hospital Dr. José Silva Dantas Filho, em treinamentos e formação de recursos humanos. Foram contratadas enfermeiras obstetras e os médicos obstetras e pediatras passaram a fazer plantões in loco, entre outras ferramentas de apoio e incentivo ao Projeto.


A cooperativa implantou o Cartão da Gestante, o Partograma, proporcionou o acesso aos percentuais de partos normais e cesáreas, passou a realizar a entrevista para assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido obrigatório para cirurgias cesáreas e o fornecimento da nota de orientação à gestante.


As medidas implementadas pelo grupo de hospitais seguidores do Projeto Parto Adequado (PPA), como o Hospital Unimed Itapetininga, fizeram com que aumentasse significativamente a taxa de partos vaginais e promovessem melhorias importantes em indicadores de saúde das gestantes e recém-nascidos assistidos.


Em 2016 a Unimed Itapetininga finalizou com êxito a primeira fase do projeto, sendo homenageada com dois certificados: um de participação no Projeto e outro por ter atingido a meta de 40% de partos vaginais em seu Hospital Dr. José Silva Dantas Filho.


Segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar, com o Projeto, os partos vaginais cresceram 76% e, em 18 meses, dez mil cesáreas sem indicação clínica foram evitadas. Sucesso que motivou expansão da iniciativa e fará com que a segunda fase seja ampliada para mais 150 hospitais de todo o país.


As mudanças fizeram aumentar de forma segura o percentual de partos vaginais, com confiança e proporcionando um atendimento de mais qualidade às gestantes. Não apenas conseguiu evitar cesáreas desnecessárias, mas promoveu uma mudança de cultura. Conquista nobre do Parto Adequado com a grande participação da Unimed Itapetininga, case de sucesso entre os demais participantes.


O principal objetivo do projeto, que é oferecer mais atenção ao parto e à qualidade de vida da gestante e do bebê, está sendo alcançado na Unimed Itapetininga, graças às ações que promovem a conscientização dos agentes envolvidos na mudança do modelo de nascimento.