Voltar

Após duas cirurgias e dois meses internado, paciente de um ano recebe alta

Após duas cirurgias e dois meses internado, paciente de um ano recebe alta

Dono de um sorriso encantador, João Miguel conquistou equipe do Hospital Unimed

Após duas cirurgias e dois meses internado, paciente de um ano recebe alta

Dono de um sorriso encantador, João Miguel conquistou equipe do Hospital Unimed

19 Abril 2021

William Makaisy
Estagiário da Comunicação 

Maceió - Sorrir parece ser realmente a receita da felicidade, ou pelo menos, um caminho até ela. Em cada relato registrado, uma surpresa diferente é recebida. Seja ela a idade dos pacientes, que tão novos já demonstram tanta força de vontade, ou até mesmo a felicidade que eles transparecem mesmo diante de momentos difíceis. Desta vez, esse é o caso de João Miguel, que com apenas um ano de vida já passou por duas internações e dois procedimentos cirúrgicos, mas não deixou de sorrir. 

Tão novo e ainda assim com uma história tão longa para contar, João Miguel é um pequeno guerreiro desde que nasceu, como conta sua mãe, Cinara Katalyne (foto ao lado).

“Ele nasceu prematuro, com 32 semanas. Quando já estava com 5 meses descobrimos que ele tinha uma má formação no cérebro e um atraso motor.  Desse dia em diante, João apresentou algumas dificuldades, que foi ele começar a broncoaspirar a comida, nos levando a manter muitos cuidados”.

Na correria dos cuidados, João chegou a ser internado duas vezes, uma entre outubro e novembro do ano passado e outra agora em janeiro, quando ele permaneceu por quase dois meses, passando por duas cirurgias, por conta da dificuldade para respirar.

Nesses dois momentos, o Jeito de Cuidar Unimed foi fundamental na recuperação do pequeno, que recebeu alta para home care no dia 24 de março e transparece toda sua felicidade através de enormes sorrisos. E Katalyne relata:

“Não tenho nem palavras para descrever a equipe da Unimed Maceió. Tanto na última internação, quanto agora, com os dois procedimentos cirúrgicos. Nós fomos totalmente assistidos. São anjos na terra, realmente. Toda a atenção, carinho e cuidado são fora do comum. Considero isso um diferencial, porque em meio à pandemia eu realmente temi pela vida do meu filho. Sai de Japaratinga e vim para Maceió sabendo dos riscos, e não tenho arrependimentos, só gratidão”. 

Com um sorriso cativante, João Miguel conquistou toda a equipe da Unimed Maceió, mostrando que não existe idade para ser corajoso, como conta Mayara Gomes, assistente social do Hospital.

“Quando ele chegou nós já sabíamos que em algum momento teríamos a reabilitação, porque os cuidados com João, que estava há quase dois meses conosco, e sentia falta da rotina, era mais difícil. A equipe toda optou pelo processo do home care, onde ele receberia os cuidados em casa e sua mãe se prontificou a aprender e fazer o possível. Ambos nos surpreenderam. São exemplos de muita força”.